O que faz um técnico em edificações? Salário?

Escrito na categoria "Construir e reformar" por André M. Coelho.

Os técnicos em edificações desempenham diversos papéis em apoio a gerentes de construção, agrimensores, arquitetos e outros profissionais da construção civil. O trabalho é muitas vezes uma combinação de escritório e trabalho no local aos profissionais graduados em ensino superior.

Técnico em edificações: o que faz?

Os deveres de um técnico em edificações incluem:

Estimativas e orçamentos

Preparação de custos para materiais, mão-de-obra, equipamentos e despesas gerais a serem utilizados nas propostas.

Compras

Trabalhar com fornecedores e subcontratados para negociar e comprar materiais, equipamentos e mão-de-obra com o preço mais econômico, mantendo a qualidade.

Planejamento

Trabalhando com engenheiros de planejamento para decidir os métodos e técnicas mais apropriados para cada estágio de construção; e monitorando o progresso em relação às datas de conclusão acordadas.

Funções do técnico em edificações

O técnico em edificações complementa e suporta o trabalho do engenheiro na construção, ajudando a garantir os melhores resultados possíveis na obra. (Foto: IBCC)

Projeto

Desenhando planos e planos de construção usando o software de design assistido por computador (CAD).

Preparação do local

Preparação de locais de construção antes do início do trabalho, por exemplo, supervisionando a instalação de escritórios e cabines do local, rotas de acesso temporário, fontes de energia e entregas.

Supervisão

Supervisão de empreiteiros no local e ligação com gerentes de construção em progresso ou dificuldades.

Os técnicos de construção participam de reuniões regulares com gerentes e clientes para dar atualizações de progresso.

Técnico em edificações e o ambiente de trabalho

Os técnicos normalmente trabalham até 40 horas por semana, de segunda a sexta-feira. Pode ser necessário o trabalho noturno e nos fins de semana para cumprir os prazos. O trabalho pode ser baseado em escritório ou no local, dependendo dos deveres. Orçadores, compradores e planejadores são normalmente trabalhos baseados em escritório. A roupa protetora de segurança, como capacetes e botas devem ser usadas no local. A carteira de motorista será útil a este profissional.

O que é necessário para se tornar um Técnico em Edificações?

Como técnico de construção, você deve:

Além disso, é necessário que o profissional termine o curso técnico de 2 anos para poder exercer a profissão, além de estar registrado no CREA de sua região.

Onde trabalhar como técnico em edificações?

Existem oportunidades com empresas nacionais e internacionais de construção e empreiteiras, no setor público e com organizações que realizam seus próprios projetos de construção, como empresas de eletricidade, gás, petróleo e água, grandes varejistas e autoridades de saúde. Também pode haver oportunidades de trabalhar no exterior com algumas empresas. As rotas de progressão normalmente incluem movimento em posições de gerenciamento de construção ou especialização adicional em funções técnicas, como orçamentos, desenhos ou compras. Um técnico de edificações geralmente prossegue seu aprendizado em um curso de engenharia ou arquitetura.

Quanto ganha um técnico em edificações? E o piso salarial?

O piso salarial varia de acordo com o estado, mas geralmente não é maior do que 1,5 salários mínimos. A média salarial nacional é de 2,5 salários mínimos para esses profissionais. Regiões metropolitanas tem salários mais altos, assim como cargos como técnico em edificações em empresas públicas. Um bom técnico com experiência de mercado e especializações pode chegar a ganhar até 6 salários mínimos.

Ficou alguma dúvida sobre essa carreira? Deixem suas perguntas nos comentários e iremos respondê-las!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

A mãe de André sempre gostou de fazer reformas na casa que tem em um sítio. André aprendeu com ela, e quando comprou seu apartamento, começou a projetar, reformar, e adaptar diversas coisas que não gostava. Como síndico do prédio, convenceu os moradores a trocar a rede elétrica da década de 70, trocar os extintores por modelos mais seguros, e adaptar as escadas do prédio com corrimões mais seguros. Hoje está com um projeto de um imóvel na zona rural, compartilhando no site 2 Quartos tudo que vai aprendendo sobre reformas, construção, e mercado imobiliário.

Deixe um comentário