O que é uma empreiteira? Entenda!

Escrito na categoria "Construir e reformar" por André M. Coelho.

Construir uma casa é um processo complicado que envolve o conhecimento de projetos de arquitetura, códigos de construção, regulamentos de zoneamento e elementos básicos de construção. Um empreiteiro residencial supervisiona a construção de casas individuais e projetos habitacionais com várias unidades. Um empreiteiro comercial supervisiona a construção e reforma de lojas, shoppings, hotéis e outros projetos comerciais.

A maioria dos empreiteiros de construção possui empresas próprias e muitas delas trabalhavam na indústria da construção antes de se tornarem contratadas.

O que é uma empreiteira?

Um empreiteiro de construção ou uma empreiteira localiza, solicita ofertas e agenda todos os subempreiteiros necessários para concluir o projeto. O novo proprietário contrata o empreiteiro de construção e este contrata os subcontratados e fornecedores. Os contratados geralmente cobram de 10% a 15% do custo total do projeto para este serviço. Por exemplo, se a empreiteira supervisionar um projeto de R$100.000, sua taxa para isso poderá ser de R$10.000 a R$15.000.

A empreiteira e construtora na interação com o cliente

Um cliente normalmente consulta dois ou três empreiteiros e solicita valores de cada um. Uma grande empreiteira pode ter um departamento de licitação que analisa projetos e envia propostas. Pequenas empreiteiras calculam seus próprios valores. Se escolhido, o empreiteiro lida com tudo, desde a obtenção de licenças, a reuniões com contratados, contratante, a encomenda de materiais, o agendamento de inspeções de código e a supervisão da construção.

Empreiteira em obra

Uma empreiteira reúne todos os trabalhadores para executar uma obra corretamente. (Foto: City of Castle Pines)

Como ser um empreiteiro?

Uma empreiteira pode ser um indivíduo autônomo ou uma grande corporação com um conselho de administração, supervisores, gerentes de site e projeto e funcionários do escritório. O tamanho e o escopo dos negócios de um empreiteiro geralmente se correlacionam com a necessidade de habitação ou desenvolvimento de negócios onde o empreiteiro mora.

Em pequenas áreas rurais ou cidades, um empreiteiro pode empregar um punhado de carpinteiros e subcontratados com empreiteiros especializados que prestam outros serviços de construção, como escavação, telhado, elétrica e piso. Não existe um padrão organizacional definido para empreiteiras.

Licenciamento e experiência de empreiteiros

A maioria dos empreiteiros sabe algo sobre construção antes de iniciar suas próprias empreiteiras. Normalmente, isso envolve trabalhar para um empreiteiro geral por vários anos. Em algumas comunidades, a experiência prévia é um requisito. Um bom empreiteiro terá uma formação na área, como engenharia civil, arquitetura, ou até na área de administração.

Uma empreiteira de qualidade será devidamente registrada e terá a orientação de bons profissionais, sendo também licenciada. A empreiteira de qualidade terá comprovação de seguro de responsabilidade comercial, obtenção de cauções para projetos específicos e limites no escopo financeiro de um projeto que um empreiteiro pode concorrer.

A pós-graduação em gerenciamento de obras é benéfica para os estudantes que desejam se tornar empreiteiros, mas o treinamento prático ainda é desejável.

Como escolher um empreiteiro?

Um bom empreiteiro precisa ser comparado com outros. Para fazer isso, você precisará comparar valores, serviços que já foram realizados, opinião de outros clientes, e a profissionalidade da empreiteira. É um processo um pouco demorado, mas vai garantir que você faça a melhor escolha para o seu projeto e obtenha os melhores resultados possíveis.

Como vocês escolhem um empreiteiro? Quais critérios acham mais importantes? Deixem nos comentários sua participação e ajudem mais leitores a encontrarem os profissionais certos para os projetos.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

A mãe de André sempre gostou de fazer reformas na casa que tem em um sítio. André aprendeu com ela, e quando comprou seu apartamento, começou a projetar, reformar, e adaptar diversas coisas que não gostava. Como síndico do prédio, convenceu os moradores a trocar a rede elétrica da década de 70, trocar os extintores por modelos mais seguros, e adaptar as escadas do prédio com corrimões mais seguros. Hoje está com um projeto de um imóvel na zona rural, compartilhando no site 2 Quartos tudo que vai aprendendo sobre reformas, construção, e mercado imobiliário.

Deixe um comentário