Você já deve ter ouvido falar ou lido sobre seguros residenciais e de imóveis. Mas sabia que esse tipo de seguro pode cobrir até uma queda de avião sobre sua residência? Pois é. Conhecemos seguros de imóveis, mas não temos a mínima ideia das situações protegidas pelo seguro.

Reunimos, nesse guia, todas as coberturas de um seguro residencial comum e as coberturas extras que você pode solicitar ao fazer o seguro. Em todas as situações citadas, há algum tipo de compensação por parte da seguradora e/ou assistência, te dando completa segurança e suporte nas situações de emergência.

Coberturas básicas de um seguro residencial

Fogo

Relâmpago

Vendavais

Granizo

Explosão

Protestos civis

Aeronaves (e coisas que caem de aviões)

Veículos (e coisas jogadas de veículos)

Fumaça

Vandalismo

Roubo (para alguns itens, pode ser necessário cobertura de seguro separada)

Em qualquer uma dessas situações, o seguro poderá oferecer ressarcimento total ou parcial em caso de sinistro, ou seja, de acionamento do seguro.

Escolhendo a cobertura do seu seguro residencial

A cobertura básica de seguro residencial todo mundo deveria ter. As adicionais devem ser avaliadas pelos proprietários se são realmente necessárias. (Foto: divulgação)

Coberturas extras de um seguro residencial

Queda de objetos sobre o imóvel

Peso de granizo ou água da chuva

Inundação de seus eletrodomésticos, encanamento, etc.

Danos nas partes elétricas causadas por correntes elétricas geradas artificialmente (como uma onda de energia não causada por um raio). Mas eletrônicos danificados, tais como computadores, não são cobertos.

Quebra de vidro

Seguro de engenharia (na maioria dos casos, esse seguro só vale quando realizado no momento da construção do prédio ou casa)

Esses seguros extras, em muitas seguradoras, já estão se tornando coberturas básicas. Vale a pena verificar com a seguradora todos os termos da apólice.

Coberturas opcionais de um seguro residencial

Inundações

Terremotos

Guerras

Acidentes nucleares

Voçorocas

Custo de vida temporário (quando é necessário se mudar temporariamente da casa ou apartamento para reparos). Inclui custos com aluguel, transporte, e alimentação

Paisagismo

Ferimentos e danos a terceiros. Inclui todos os gastos resultantes de processos civis e/ou despesas médicas.

Assistência 24 horas. É uma rede de profissionais para oferecer reparos, tais como vidraceiro, bombeiro hidráulico, pedreiro, chaveiro, e por aí vai. Cada seguradora oferece diferentes assistências, que variam também de acordo com o valor do seguro.

Cuidados com os detalhes de uma apólice de seguro!

Se sua casa é antiga ou é uma casa parcial ou totalmente tombada pelo patrimônio histórico, pode ser necessário contratar um tipo de seguro específico para ela. Esses tipos de residências estão mais propensos a apresentar problemas, e quando apresentam, profissionais com qualificação específica precisam ser chamados para reparos, encarecendo muito qualquer reparação.

Vale também lembrar que todo o projeto do seu imóvel deve estar regularizado perante à prefeitura, ou a seguradora poderá alegar que não cobrirá as partes não regularizadas ou que não constam no contrato original da seguradora. Qualquer modificação na casa ou apartamento deve ser informada à seguradora, bem como à prefeitura de sua cidade para regularização.

Você já tem seguro para seu imóvel? Quais são as coberturas do seu seguro? Foi caro o seguro? Já teve que acionar alguma vez a seguradora? Compartilhe sua experiência conosco!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)