Se você está fazendo uma reforma em casa ou construindo a partir do zero, é bom ser capaz de cortar em despesas de qualquer projeto de construção. Construção pode sair caro e uma vez que não é tão fácil obter um empréstimo, as chances são que você está trabalhando com um orçamento apertado.

Há três maneiras de economizar dinheiro em projetos de construção: cortes em custos iniciais, evitando erros caros e fazendo da estrutura acabada menos cara para habitar. De contratação de trabalhadores e materiais até fazer o trabalho por conta própria, existem muitos truques para ficar dentro do seu orçamento, sem cortar muito fora do seu projeto.

Mas nem sempre economizar é o melhor caminho.

Cuidados na hora de economizar na construção ou reforma da casa

Às vezes, economizar um dinheirinho agora vai custar no futuro. Um construtor que lhe dá um menor custo por metro quadrado pode parecer uma pechincha, mas às vezes isso pode pressagiar trabalho de má qualidade. Quando você está olhando para cotações, geralmente é melhor ir com um orçamento no meio da estrada de alguém que recebe boas críticas de amigos, conhecidos, parentes e na internet. Você não está realmente poupando dinheiro se você tem que refazer o trabalho em apenas alguns anos.

A mesma coisa vale para o uso de diferentes materiais. Se você está refazendo sua cozinha, não escolha as peças mais baratas. Leia opiniões e escolha com calma por aparelhos de qualidade eficientes que vão durar mais tempo e ajudar a reduzir suas contas de energia e água. O certificado de qualidade pode custar mais na frente, mas o quanto você realmente está poupando se você tem que substituir ou reparar esses armários de cozinha a cada poucos anos?

Poupar dinheiro é ótimo, mas a construção de casa é um investimento. Quando você está tentando cortar custos, às vezes é fácil esquecer o valor de revenda da sua casa. Laminado pode parecer bom no papel, mas o salto para a telha ou piso de madeira faz a sua casa mais vendável no caminho.

Então, como economizar de forma inteligente na sua casa?

Se você está reformando um quarto individual ou considerando alguns dos principais construção de casas, a chave para poupar dinheiro está em considerar seus custos em cada etapa do projeto.

A mais recente alta tecnologia no ramo de construção de casas está na inteligência: casas inteligentes, cabeamento inteligente, aparelhos inteligentes e uma rede inteligente. E depois há a parte do “dinheiro inteligente”. Este “dinheiro” são os recursos gastos com sabedoria e entrega a melhor casa para o seu orçamento e não a maior casa ou aquela com o maior número de características de luxo por metro quadrado. E isso significa saber onde você não deve fazer economias “porcas” na construção de uma casa.

Onde NÃO economizar na construção da sua casa?

Contrate a experiência

Embora muitas pessoas pensam que qualquer um pode projetar e construir uma casa, você precisa de anos de experiência para fazer isso bem.

Um arquiteto residencial experiente desenvolveu uma casa acabada muitas vezes. Ela não vai perder tempo com ideias que são demasiadamente caras para executar dentro do seu orçamento e ele vai ter a coragem de te enfrentar quando algo que você realmente quer é uma má ideia.

Da mesma forma, um construtor de casa experiente tomou muitos projetos a partir de uma pilha de documentos de construção de uma casa acabada. Ele pode trabalhar com graça sob pressão e lidar com problemas de forma rápida e eficiente (a cada nova casa sempre tem alguns). Ele trata seus subordinados tão bem que vão segui-lo para qualquer trabalho e ele tem um escritório real, não uma caminhonete. E mais importante, ele não promete um ótimo preço: ele promete uma ótima casa .

Se alguém sugere economizar com a contratação de “um jovem arquiteto que está ansioso, mas ainda não experiente e não vai cobrar muito” e/ou um ” experiente pedreiro que está apenas começando um negócio de construção de casas e promete um ótimo preço” corte o conselho imediatamente.

Cuidados ao economizar na construção

Do projeto até o acabamento de uma casa, há várias formas de economizar. Mas tome cuidado para não economizar demais e acabar no prejuízo. (Foto: blog.armchairbuilder.com)

Para controlar os custos, contrate um arquiteto e construtor ao mesmo tempo

Você vai precisar de uma licença para construir ou reformar uma casa. Para essa licença, você precisa dos profissionais responsáveis e boa parte deles não vai assinar seu projeto se você não contratá-los. Portanto, economizar ao contratar um “amigo” pedreiro vai dar problemas mais tarde, seja por um vizinho reclamando de você na prefeitura ou uma falha de projeto que pode danificar toda a sua casa.

Esta abordagem não convencional, chamada de oferta negociada, pode ajudar a controlar tanto os custos de projeto quanto de construção. Chama-se a oferta negociada porque você negocia os honorários do arquiteto para projetar sua casa, a taxa do construtor para construí-la e determina o seu orçamento de construção antes de iniciar o projeto. O arquiteto e construtor trabalham juntos como uma equipe. Durante a fase inicial do projeto enquanto você trabalha com o arquiteto para projetar sua casa, o construtor acompanha os trabalhos para garantir que ele pode construir com o seu orçamento. Um arquiteto experiente vai ter um bom senso de custos, mas um construtor está fora no mercado todos os dias e sua informação será mais precisa. Outra vantagem com este arranjo: um construtor muitas vezes pode achar maneiras de conseguir o efeito desejado pelo arquiteto de forma mais simples e menos dispendiosa para executar.

Apesar das vantagens da proposta negociada, muitos proprietários estão convencidos de que a competição entre diferentes valores irá produzir o melhor (leia-se menor) preço. Um preço de oferta competitiva pode ser bem menor do que o preço negociado, mas o preço da oferta não será o preço final. Isso porque uma casa construída sob medida é um protótipo único, com centenas de detalhes.

Até mesmo o arquiteto mais consciente pode, inadvertidamente, cometer um erro ou uma omissão nos documentos de construção que formam a base de uma proposta inicial. Os contratantes devem conferir com o arquiteto se detectam um erro, mas isso nem sempre acontece.

Quando os erros ou omissões eventualmente vem à luz durante a construção, o construtor irá emitir ordens de mudança e ele não está obrigado a dar-lhe o melhor preço. Além de adicionar ao seu custo, pedidos de alteração podem envenenar a atmosfera em um momento em que você quer que todos façam o seu melhor trabalho e você tem milhares de reais em linha.

Com a oferta negociada, o trabalho do construtor é pegar os erros e omissões durante a fase de projeto e ele tem todo o incentivo para fazer isso. Ele sabe que vai ter o trabalho, ele sabe antecipadamente qual o lucro que ele vai ter e quer manter as coisas nos trilhos.

Vale a pena pesquisar os preços um pouco, mas é melhor escolher as empresas de maior qualidade e negociar com eles os melhores valores.

Concentre-se no custo de vida útil, não pelo custo de construção

Custo de construção é o que você está pagando para construir a casa. Custo de vida útil inclui tanto o custo inicial para a construção da casa quanto os custos de manutenção que você vai incorrer nos 20 a 30 anos que se espera viver nela.

Esta distinção se tornará clara quando você começa a selecionar materiais de construção. Por exemplo, você pode poupar com um pacote com janelas baratos, mas quando você leva em conta o custo de substituí-las uma vez, ou, mais provavelmente, duas vezes ao longo dos 20 a 30 anos de sua ocupação, elas se tornam a opção mais cara de janela. Poupar em isolamento/impermeabilização para economizar alguns reais e você vai acabar com contas de serviços públicos mais altos a cada dia que você viver lá. Compre aquecimento mais barato, mas menos eficiente e equipamentos de refrigeração ruins e você não só vai pagar contas de serviços públicos mais elevados desde o primeiro dia, você também vai estar substituindo o equipamento muito antes de você sair.

Custo por metro quadrado são uma ferramenta útil no início do projeto apenas

Quando você começa, o custo por metro quadrado é uma ferramenta útil para ajudar você a entender o que é possível com o seu orçamento. Um baixo custo por metro quadrado não é a marca de um bom negócio.

Na verdade, pode ser exatamente o oposto. Pode ser uma indicação segura de que um construtor está usando materiais de qualidade inferior, trabalho terceirizado de má qualidade ou está tão desesperado para receber pelo seu trabalho que ele cortou as despesas até o osso, podendo aproveitar dos lucros maiores com a construção mal feita.

Inicialmente, quando a maioria dos proprietários estão tentando combinar seu orçamento com escolhas realistas, o valor do custo por metro quadrado pode fornecer informações úteis. Divida a quantidade de dinheiro que você tem para gastar (digamos, R$375 mil) pela casa do tamanho que você quer construir (digamos, 2.500 metros quadrados) e você recebe R$150 por metro quadrado.

Usando este valor do custo, um arquiteto ou construtor experiente pode dizer quais acabamentos e recursos são acessíveis para a casa no tamanho que você quiser. Você pode rapidamente perceber que vai ter que construir uma casa menor para obter os recursos que deseja ou aceitar modestos detalhes e acabamentos para a casa de tamanho de 2.500 metros quadrados que você imagina.

O custo por metro quadrado é uma média para toda a casa. Isso não significa que todos os espaços na casa vão custar exatamente essa quantia.

O custo de um metro quadrado específico depende do que está nele. Um metro quadrado em sua cozinha ou banheiro vai custar muito mais do que um canto da sua sala ou quarto que é meramente um espaço vazio.

Considerações Finais

Saia para fazer orçamentos, pesquise, encontre as melhores ofertas. Se tiver perguntas ou dúvidas, não deixe de usar nosso espaço de comentários para fazê-las. Estamos aqui para ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)