Para saber quanto custa uma sauna, você precisa entender como uma sauna é construída. Não vamos dar todos os detalhes de como acontece a construção, mesmo porque não é esse o objetivo do artigo. Mas tentaremos esclarecer os custos envolvidos em cada etapa, independente do tipo de sauna que você vai construir ou onde a sauna será construída.

Nota: não é preciso que você saiba todos os detalhes e critérios técnicos para a montagem/construção de uma sauna, mas recomendamos que você pesquise antes de começar a construção para garantir que tudo está dentro dos padrões, além de saber como cobrar dos seus contratados.

Antes de mais nada, planeje a instalação

Qualquer pessoa que queira construir uma sauna deve dedicar pelo menos 50% do tempo da obra em planejamento. Isso significar entender e desenhar sua sauna, mentalmente e literalmente. Quando fazendo a criação de uma sauna em casa, a localização é importante. Você pode colocar uma sauna em concreto, azulejo, linóleo ou qualquer superfície que não absorve umidade. Você, na fase de planejamento, descobrirá que não pode instalar uma sauna sobre carpetes, por exemplo.

Kits de saunas. E no planejamento, descobrirá que já existem kits fabricados com suas especificações. Você elabora um plano e o fabricante fornece todos os materiais para o gabinete de sauna. Kits normalmente não incluem o enquadramento de madeira, isolamento e fiação, o que você ou a pessoa/empresa que você contratar deverá oferecer. O fabricante também fornece planos que você usará para construir uma base e gabinete para o kit.

Por que essa informação sobre os kits de saunas é tão importante? Porque os vendedores vão tentar te vender as saunas mais caras, quase sempre os modelos com bases de alvenaria, sendo que não é necessário pagar tão caro para ter uma sauna em casa. Assim como é o caso das hidromassagens, muitos ainda acham que modelos de alvenaria são superiores, sendo que lá fora, onde muito mais pessoas tem saunas e hidromassagens, os modelos “box” e os kits completos são extremamente duráveis e oferecem ótimos custos benefícios. É só saber escolher sua sauna aqui no Brasil e você ficará bem satisfeito com os resultados.

E não se esqueça de pesquisar os preços. Os valores aqui citados não são exatos, principalmente porque eles variam muito dependendo da região onde você mora e do tipo de serviço contratado. Porém, tais valores ajudarão você a construir um orçamento muito mais completo e exato, ao invés de te deixar na mão para imprevistos na construção da sauna. Além disso, optamos por dar os critérios de precificação para a construção dos orçamentos pelos profissionais, de forma que você entenderá melhor como os preços funcionam. No final, daremos um valor médio dos custos totais para uma sauna inteira.

Tamanho da sauna.  Para saunas residenciais pode-se optar por medidas convencionais

  • 1,50 m x 2,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 4 pessoas
    2,00 m x 2,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 6 pessoas
    2,00 m x 3,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 9 pessoas

Para saunas comerciais (clubes, academias, condomínios):

  • 3,00 m x 3,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 12 pessoas
    3,00 m x 4,00m x 2,20 m – Espaço ideal para 18 pessoas

Quanto maior a sauna, maiores os custos e mais potente deverá ser o aquecedor.

Adaptar uma sala para sauna ou construir do zero?

Você pode converter qualquer ambiente, parcial ou totalmente, em uma sauna ou pode construir uma sauna da base até o teto.

Menor custo: converter parte de um ambiente, como uma cobertura, em sauna.

Maior custo: construir uma sauna do zero, em um ambiente separado.

Melhor relação entre custo benefício: seja convertendo um ambiente (parcial ou totalmente) em sauna ou construindo a sauna do zero, os modelos de madeira saem mais barato do que os modelos de alvenaria. Como bônus, reparos em madeira são mais baratos e mais fáceis de fazer caso haja problemas.

Cuidados especiais para evitar prejuízos: instale isolamento térmico e impermeável nas paredes diretamente no interior das paredes da sauna para criar um ambiente menos perigoso e mais confortável. Cuidado especial com a fiação, que deve ser resistente à umidade e à altas temperaturas, além de estar muito bem isolada do ambiente da sauna. O isolamento térmico da sauna é importante para que o calor não “fuja” da sala, então cuidado na hora de fazer as camadas da parede. Busque itens de construção com um baixo coeficiente térmico, ou seja, de baixa condutividade de calor, para a temperatura não sair da sala da sauna.

Precificação: para construções de alvenaria, precisará de incluir na mão de obra um pedreiro, azulejista, eletricista e bombeiro hidráulico/encanador. Para construções de madeira, na mão de obra devem estar inclusos os serviços de um marceneiro, eletricista e bombeiro hidráulico/encanador. Alguns serviços podem ser feitos pelo mesmo profissional (ex.: pedreiro e azulejista). Principalmente para os serviços elétricos, recomendamos que você busque profissionais registrados no CREA de sua região ou que tenham feito curso técnico para exercer a profissão. Prefira empresas, Microempreendedores Individuais ou profissionais autônomos para o trabalho, ou seja, quem pode emitir notas fiscais, para ter sempre a garantia do serviço. Todos os profissionais cobrarão por hora trabalhada ou dentro de um pacote. Materiais devem ser obtidos por fora, preferencialmente, já que você (contratante) pode pesquisar melhor os itens exatos que quer que sejam utilizados na etapa.

Preço do luxo da sauna

Há saunas que tem até televisão e sistemas de som. Amenidades como essas vã te custar entre R$%5.000 e R$10.000 a mais. (Foto: www.splendidspamontenegro.com)

 

Escolhendo o aquecedor da sauna

Existem vários tipos de aquecedores no mercado, atendendo à diversas necessidades e à diferentes tipos de sauna que você queira ter.

Menor custo: aquecedor de madeira de sauna seca.

Maior custo: aquecedor elétrico de sauna a vapor, pois ainda inclui os custos da água.

Melhor relação entre custo benefício: o aquecedor a seco ou de madeira para sauna seca envolvem o menor custo/benefício. Como bônus, alguns permitem que você “molhe” o aquecedor, criando vapores de acordo com sua necessidade.

Cuidados especiais para evitar prejuízos: tenha certeza que seu quadro de disjuntores tem um disjuntor dedicado para sua sauna. O aquecedor funciona como um chuveiro, mas gasta muito mais eletricidade. Tenha certeza também que sua casa tem acesso à eletricidade 220v, pelo menos, pois você pode ter custos com um novo projeto elétrico ou ter que usar uma sauna “às antigas” (queima de madeira). Também, escolha a sauna na qual você se sente mais confortável, seja a vapor ou seca. Senão, todo investimento será um prejuízo.

Precificação: cuidado com termos como “aquecimento infravermelho” ou algo muito tecnológico. Um bom aquecedor de sauna é precificado pelo tempo de garantia e pela área que consegue aquecer. Veja referências para compra através de reclamações sobre os produtos, garantias e acesso fácil às peças, principalmente à resistência, que queima com certa facilidade.

Impermeabilização, drenagem e isolamento térmico

As camadas da sauna devem ser construídas de acordo com padrões, de forma a otimizar a drenagem dos líquidos, o isolamento térmico, e impedir empoçamento da água, infiltrações e “fuga” de calor.

Menor custo: paredes com placas de madeira impermeabilizadas.

Maior custo: paredes de alvenaria com camadas de impermeabilização e isolamento térmico.

Melhor relação entre custo benefício: paredes de madeira impermeabilizada e com tratamento térmico; piso de alvenaria/concreto, baixando custos de impermeabilização mais tarde.

Cuidados especiais para evitar prejuízos: não faça o teto da sauna muito alto: os vapores quentes tendem a subir e quanto mais alto eles tiverem que ir, mais demorado será o aquecimento da sauna. Cuidado na hora do rejunte dos azulejos, pois qualquer falha significará infiltração mais tarde. Se usar colas para a impermeabilização e isolamento térmico (ou até para as placas de madeira), garanta que elas são resistentes ao calor e à umidade. Há câmeras térmicas que podem te ajudar a visualizar se há alguma área de concentração de calor ou vazamento de calor, de forma a ajudar a evitar custos maiores com a eletricidade ou o gás do aquecedor. Não confie nos “testes” de drenagem feitos pelos profissionais na hora. Espere alguns dias antes de fazer o acabamento, testando a impermeabilização e isolamento térmico.  Faça um orifício próximo ao teto e um orifício próximo ao chão(suspiro/respiro), controlando o oxigênio e temperatura dentro do ambiente. Para acabamento destes orifícios, use grelha. Não esqueça da entrada para o cano do aquecedor. A entrada de vapor para dentro do ambiente deve ser em um local neutro, próxima da parede frontal aos bancos. Atente para a distância da tubulação de vapor, não faça sifonagem. O teto deve também ter leve inclinação, principalmente em saunas a vapor, facilitando para as gotas escorrerem para o chão.

Precificação: empresas especializadas em isolamento térmico e impermeabilização são recomendadas, mas mais caras. Como essa parte é, essencialmente, a estrutura da sauna, economias aqui podem sair mais caras no longo prazo. Busque profissionais indicados e, preferencialmente, certificados e com cursos para os produtos que estão aplicando.

Acabamento: bancos, azulejos, janelas, portas e iluminação

O acabamento deve ser bonito, ao mesmo tempo que prático, pois é bom e higiênico limpar a sauna com frequência para impedir a proliferação de micróbios e bactérias.

Menor custo: bancos móveis, porta leve de alumínio, uma lâmpada, sem janela e acabamento em cimento impermeável ou madeira.

Maior custo: bancos fixos com cobertura de granito ou mármore, parede e piso azulejado, acréscimo de janela à sauna.

Melhor relação entre custo benefício: porta leve de alumínio, bancos móveis para facilitar limpeza e manutenção, iluminação por uma lâmpada simples.

Cuidados especiais para evitar prejuízos: o acabamento de azulejo, se mal feito, pode “estufar” com o tempo, além de ter infiltrações e grandes dores de cabeça. A janela é uma amenidade e deve somente ser usada por aqueles que desejam, por exemplo, comes e bebes sendo entregues pela janela. O acabamento de madeira tratada não é muito caro, nem muito barato, mas é mais barata a mão de obra de acabamento. Tenha certeza de fazer uma instalação que permita os materiais (madeira ou azulejo) expandirem e contraírem sem se danificar. O piso deve ser agradável para se andar descalço ou de chinelos sobre ele. A porta deve ter laterais e parte inferior de borracha para isolamento térmico. A iluminação do ambiente deve ser sempre indireta e com lâmpada de até 40 watts no máximo. Utilize arandela de madeira e instale o interruptor fora do ambiente.

Precificação: economizar aqui é até uma boa opção, mas não exagerando. A mão de obra de um bom azulejista pode sair cara. O marceneiro que for fazer o trabalho com a madeira pode precisar fazer algum acabamento de alvenaria no piso ou paredes antes, dependendo do material utilizado.

Segurança e amenidades

Termômetro, alarme para temperaturas acima de um limite pré estabelecido, interruptor de emergência para desligar o aquecedor, porta abre fácil, luzes LED, ducha fria do lado externo da sauna, sistemas de som, sistemas de vídeo. Contam como amenidades essências e produtos químicos que você possa precisar para a sauna. Filtro para a água que vai para o aquecedor é uma ótima recomendação, principalmente aqueles que removem a maior parte do cloro. Todas estas opções são itens de segurança e amenidades que podem ser acrescentados ao seu projeto.

Melhor relação entre custo benefício: termômetro, alarme para temperaturas acima de um limite pré estabelecido, interruptor de emergência para desligar o aquecedor, porta abre fácil são itens obrigatórios em qualquer sauna, ponto final. Não economize, não deixe de instalar esses itens. A porta deve ser impermeável, possuir visor transparente e sempre abrir para fora do ambiente.

Opção mais barata: sauna portátil

É, basicamente, uma cortina de PVC ligada a um aquecedor. Os preços estão abaixo de R$1000 para o kit, e podem ser colocados em qualquer lugar.

Preços de saunas

O preço médio de construção saunas é de, aproximadamente, R$12.000. Existem saunas pré fabricadas em kits que tem preços a partir de R$8.000 para saunas secas, sem contar o aquecedor e instalação, podendo chegar a até R$50.000. Cabines de banho a vapor tem valores que começam em R$20.000, pois precisam de melhor impermeabilização.

Faltou alguma informação? Deixe nos comentários o que faltou e acrescentaremos neste artigo para te ajudar ainda mais a construir sua sauna!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)