A condensação ocorre quando uma o ar quente e úmido na casa faz contato com uma parede ou piso mais frio, ou quando o ar frio de um ar-condicionado faz contato com uma parede mais quente. Em uma casa com paredes suando e o chão úmido, essa condensação é a causa mais provável de umidade, quando não há sinal de infiltrações ou vazamentos. Para remover essa umidade, há algumas soluções plausíveis e que irão, permanentemente, remover o excesso de umidade da sua residência.

Pisos e paredes suando: o que fazer? Causas!

As paredes de uma casa ou apartamento são afetadas diretamente pelas alterações de temperatura de acordo com a estação do ano e o clima. Isso significa que, dependendo do material e da qualidade do isolamento térmico das paredes, uma casa ou apartamento pode ser mais, ou menos eficiente em dissipar essa temperatura ao longo de um dia. Geralmente, as paredes e o piso são eficientes em manter uma mesma temperatura durante o dia todo, mas o projeto de uma residência pode influenciar consideravelmente isso.

Por exemplo, o concreto de paredes e a cerâmica/porcelanato de pisos irá absorver o calor da temperatura exterior no verão. Isso torna esses materiais mais quentes do que um ar-condicionado, por exemplo, ou um ambiente da casa em que não haja uma boa circulação de ar. Quando o ar desse cômodo mais gelado (geralmente uma cozinha, área de serviço, ou porão, se encontrar com a parede de concreto ou o piso de cerâmica, a umidade vai condensar e suas paredes e pisos vão suar, gotejar, formar poças, e deixar tapetes e madeiras com cheiro de mofo. No inverno, acontece o contrário. As paredes e o chão são mais frias do que o ar quente que sai da respiração das pessoas ou de um aquecedor e quando o ar se encontra com as paredes, mais uma vez, há a condensação.
Não se esqueça que a maior parte da umidade em sua casa é criada por você, por meio de banhos, cozinhar, lavar roupa e pelo simples ato de respirar.

As duas causas principais dessa condensação são falta de ventilação na residência e pisos e paredes sem isolamento térmico apropriado. Ambas as situações são facilmente resolvidas.

Controlando umidade da residência

Ao tomar os cuidados certos, é completamente possível evitar o “suor” de tetos, paredes, e do piso. Ventilação e impermeabilização apropriada são os dois principais meios de controle dessa situação. (Foto: http://inspectapedia.com/)

Tirar umidade do ambiente: ventilação

Você precisa ventilar adequadamente sua casa. Isso pode ser obtido de várias formas, a começar por deixar portas e janelas abertas para criar um fluxo de ar dentro da residência. Em residências em que não há portas e janelas para certos cômodos, podem ser usados ventiladores, exaustores ou desumidificadores para remover o excesso de umidade. Quem usa secadores de roupa ou outros eletrodomésticos que esquentam muito, tais como fogão, ferro de passar, etc, devem garantir que os cômodos onde esses aparelhos são usados tenham a ventilação apropriada ou, pelo menos, um exaustor.

Diminuir a umidade do ambiente: isolamento térmico

Outra parte importante do controle de umidade em pisos e paredes está no isolamento térmico. Você deve começar isolando qualquer coisa que fica coberto de condensação, como as tubulações de água e esgoto. Você pode fazer o isolamento com espumas, impermeabilizantes, ou usando uma estrutura de alvenaria para isso. Agora, quando a temperatura tem uma maior mudança a partir do próprio piso ou parede, a questão é mais delicada.

Você precisa isolar toda a parede e o chão, proporcionando uma ruptura térmica entre o calor e o frio. Essa insulação pode ser obtida de algumas maneiras diferentes, a começar pela parte externa da casa, com uma tinta branca ou clara, que ajuda a refletir os raios solares e manter a temperatura das paredes menor. Em lugares não protegidos contra a água da chuva, é recomendado que desde o chapísco da parede já sejam usados produtos impermeabilizantes tanto na massa quando sobre ela. Dessa maneira, é possível isolar a umidade para fora das paredes e ainda, controlar a temperatura das mesmas. Por dentro da casa o mesmo procedimento deve ser adotado antes de aplicação de cerâmica, porcelanato, ou tinta sobre as paredes, sempre optando pelo isolamento térmico apropriado.

No chão, o isolamento térmico deve ser realizado com a aplicação de material impermeabilizante, tal como a manta asfáltica. Além de isolante térmico, a manta também vai impermeabilizar o piso para umidade que possa vir do solo ou ir para o solo, quando por exemplo, o piso for molhado.

No caso da aplicação de tintas, deve se optar por uma tinta que seja ntimofo, de modo a proteger a parede da umidade. Para pisos, cerâmicas, e porcelanatos, deve ser usado rejunte antimofo.

Combinando elementos de uma boa impermeabilização da residência, um bom isolamento térmico, e uma boa ventilação, toda a umidade pode ser facilmente tratada.

Você tem problemas com umidade na sua residência? O que você já faz para lidar com essa umidade?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)