Um sistema de painel solar barato será para sempre a melhor solução para contas elétricas caras. As células solares estão ficando mais baratas a cada ano. Enquanto você pode pagar o preço de um carro usado por uma instalação profissional, é mais interessante e barato fazer um sistema de geração de energia solar por conta própria.

A batalha pela eficiência energética é travada todos os dias, buscando economias em casa para reduzir os custos. E a primeira linha de defesa contra pagar mais por eletricidade é construindo seu próprio sistema de painéis solares. Mas como fazer essa instalação?

Painel solar caseiro: obtendo as células fotovoltaicas

Existem muitos tipos de células solares que você pode escolher. Existem as chinesas que garantem bons resultados, o melhor preço, mas não duram muito; há as japonesas com bom desempenho, bom preço e garantia mais longa; e as americanas, com o melhor desempenho, preço mais alto e muitas garantias. Escolha com sabedoria em relação ao seu orçamento. Compre algumas células que você acha que se encaixam no orçamento e nas preferências do seu sistema de painéis solares. Não gaste muito e comece com um painel pequeno (algo com 1 a 2 metros quadrados é um bom começo).

Como fazer placa solar fotovoltaica: as ferramentas certas

Então você recebeu suas células. Você deve desembalar as células cuidadosamente, tomando cuidado para não quebrá-las, pois elas são muito finas. Agora, procure ferramentas como um ferro de solda, solda, pasta de solda e pastas para remover a gordura dos fios, uma serra, algumas placas de madeira, óculos de proteção, um multímetro para medir tensão e amperagem. E claro, tenha em mão um lápis e uma régua.

Gerar energia solar em casa

A geração de energia solar caseira pode exigir um pouco de trabalho, mas vai valer o esforço. (Foto: IndiaMART)

Planeje seu sistema de painel solar com cuidado

Coloque as células solares quadradas na placa de madeira e desenhe linhas separadoras (cuidadosamente). Você está no meio do caminho, afinal. A melhor colocação desses painéis vai garantir uma boa distribuição sobre as superfícies, garantindo um melhor desempenho das suas placas solares. Tenha em mente o lugar da casa que recebe mais sol durante o dia, buscando posicionar os painéis nesse lugar para obter o melhor desempenho possível.

Conecte os fios do painel solar

Depois de planejado o arranjo físico das células solares na placa, agora comece a soldar os fios para as células solares e depois entre si.

Primeiro, ligue as células em série. Respeite esta regra básica, como se você estivesse soldando baterias: a ligação positiva deve ser soldada ao fio negativo da próxima célula. Faça isso para quantas células forem necessárias para atingir uma tensão de 12 ou 24 volts. Não exceda isso, pois você entraria na área de tensões perigosas. Você quer gerar energia, não se electrocutar até a morte (tome cuidado usando luvas e ferramentas com cabo emborrachado). A energia permanece a mesmo, afinal. Você só precisa de um mínimo de 12 volts para iniciar um inversor de 12V para gerar 110V a 220V  de corrente alternada ou carregar suas baterias de 12V. Vincular a célula em série aumentará a tensão.

Em seguida, coloque as células na placa, com cuidado. Setá melhor se você fizer uma placa de madeira onde os painéis fotovoltaicos podem ser inseridos individualmente, então você pode substituir os defeituosos ou quebrados mais facilmente.

Antes de ter colado todas as células no lugar certo, certifique-se de perfurar furos para os fios, individualmente. Use conectores ao longo da linha positiva e negativa e, em seguida, conecte esses conectores em paralelo (positivo para positivo, negativo para negativo) para ter uma conexão paralela e aumentar a amperagem.

Está pronto seu primeiro painel solar!

Você criou o seu primeiro sistema de painel solar funcional, e agora pode levá-lo para ver o que está gerando. Você primeiro tem que medir a tensão, e depois a amperagem. Apenas certifique-se de que seu amperímetro suporta potência nominal das células solares (108W a 12V significa 9 amperes).

Agora você pode alimentar qualquer coisa que funcione em corrente direta, carregar a bateria do seu carro e assim por diante. Se você conseguiu fazer estas 5 etapas, então você pode pedir mais algumas células solares até alcançar a energia que deseja para o seu sistema. Lembre-se, quanto mais poder quiser, maior será o inversor que você precisará obter para transformar a corrente.

Agora, a parte mais difícil da construção do sistema de painéis solares, que exige maior cuidado e seriedade na qualidade do trabalho realizado, está em conectar o painel a uma série de baterias e depois a um inversor. Você pode usar uma bateria de nobreak ou até de carro, mas você precisará de mais energia para alimentar sua casa. No entanto, é aconselhável que você compre produtos especialmente criados para armazenamento de energia e uso de ciclo profundo, uma vez que as baterias tradicionais só podem lidar com altas cargas por um curto período de tempo, e se elas são descarregadas acidentalmente abaixo de um determinado limite, você as perde para sempre. Criando um sistema mais complexo, você pode até conectar seu painel à sua rede elétrica e “vender” eletricidade para a distribuidora de energia elétrica. Será necessário trocar seu relógio também para tornar isso possível.

Lembre-se que quanto mais eletricidade você precisar para alimentar seu sistema, mais células você vai precisar, além de um inversos maior.

Em seguida, você pode tentar construir uma turbina eólica para complementar suas necessidades de energia à noite.

Depois que fizerem seus projetos, voltem aqui nos comentários para nos dizer o que deu certo e o que deu errado.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)