O banheiro é um dos lugares mais usados de uma casa. Basicamente, quarto e banheiro são os lugares onde você sempre vai prestar atenção aos detalhes, ao conforto, e ao que o banheiro ou quarto oferecem. E o chuveiro é, com certeza, o protagonista de um banheiro aconchegante, do tipo que você conta as horas e os minutos para tomar aquele banho relaxante e ir para a cama.

Tipos de chuveiro

Para atender a diferentes projetos e diferentes gostos para banheiros, existem diversos tipos de chuveiro. Os modelos vão desde os mais simples aos mais tecnológicos, dos mais confortáveis aos mais brutos. Escolha o tipo de chuveiro certo para seu projeto para economizar na conta de água, de luz, e lógico, ganhar muitos pontos em estilo.

Chuveiros digitais

Chuveiros digitais oferecem uma combinação entre tecnologia, estilo, e facilidade de instalação.

Nos chuveiros digitais, o chuveiro é controlado por um painel que se comunica com a unidade de chuveiro para poder ajustar o fluxo e temperatura. A unidade de energia é normalmente instalada em um pequeno suporte. O mais interessante: o painel de controle se comunica com o chuveiro por conexão sem fio (também há modelos com fio), e o controle de fluxo de água é todo digital. Chuveiros digitais estão disponíveis para modelos alimentados por eletricidade, água aquecida, ou modelos híbridos. A válvula fica na unidade do chuveiro, controlada pelo painel, sem a necessidade de colocar válvulas conectadas a canos.

Ideal para projetos onde seja necessário mudar o lugar do painel para uma parede diferente da do chuveiro, projetos onde economia de espaço é muito importante, e projetos onde não é possível quebrar a parede para instalação ou troca das válvulas do chuveiro.

Diferença entre ducha e chuveiro

Na foto, uma ducha simples de chuveiro. Geralmente, esse tipo de ducha tem a água aquecida chegando diretamente a ela, ao contrário de um chuveiro normal, que aquece a água diretamente na saída de água. (Foto: www.bobvila.com)

Chuveiros elétricos e Chuveiros eletrônicos

Tanto o chuveiro elétrico quanto o eletrônico usam a eletricidade para aquecer a água. A diferença entre os dois é que no modelo eletrônico, há um controle mais fino das faixas de temperatura, o que proporciona uma economia na conta de luz considerável, já que o chuveiro elétrico tradicional tem faixas de aquecimento “fixas”.

Estes tipos de chuveiros são os mais populares no Brasil, mas também os menos eficientes no consumo de energia. Vale a pena pesquisar para encontrar os modelos com selo PROCEL, que são os mais eficientes no consumo de água e energia.

Esses modelos são ideais para qualquer projeto, e são os mais diversificados em design. Porém, são modelos grandes, e que precisam de muitas partes em sua instalação. Mesmo os mais compactos precisam de um sistema elétrico e hidráulico dedicados e muito bem feitos. São também os modelos menos econômicos.

Chuveiro híbrido

É o chuveiro elétrico ou eletrônico, que usa também água quente aquecida por um aquecedor solar ou a gás. O chuveiro elétrico aquece a água até a água quente começar a vir do reservatório ou da fonte de água quente. Você mistura a água com a fria através de dois registros separados, um para cada tipo de água.

Esse modelo está entre os mais econômicos e confortáveis, já que evita o primeiro jato de água fria que sai de um chuveiro com aquecimento exclusivamente a gás ou solar. Esse jato ocorre porque a água nos canos está fria, o que resulta em um pequeno desperdício de água.

Como a necessidade de aquecimento para esse tipo de chuveiro é baixa, as unidades são geralmente menores que um chuveiro elétrico ou eletrônico, ocupando menos espaço.

Ideal para projetos de economia de água e luz, e modernização do sistema de chuveiros de sua casa.

Coluna de banho ou Hidromassagem vertical

São painéis de parede com vários jatos, simulando uma banheira de hidromassagem com os jatos do chuveiro. Podem ser elétricos, eletrônicos, digitais, híbridos, ou apenas misturadores de água quente e fria, através de duas válvulas separadas.

No quesito conforto, esse tipo de chuveiro ganha de todos. Já em economia, ele gasta muita água, mas pode ser usado também como chuveiro tradicional, se você quer economizar.

Ideal para projetos em que você quer ter uma hidromassagem, mas não tem espaço ou o dinheiro para uma banheira. Estes chuveiros são feitos para sistemas de alta pressão, mas podem ser pressurizados através de uma bomba de água.

Ducha

Usada tanto para instalações de lazer, como os “chuveirões” em piscinas e coberturas, quanto para instalações internas onde há água quente e fria disponíveis. Não tem aquecedores elétricos, e dependem do aquecimento externo da água por aquecedores a gás ou aquecedores solares. Ocupam pouco espaço, e estão disponíveis em vários modelos, designs, e estilos diferentes.

Ideal para projetos de lazer ou para projetos onde a casa já tem aquecimento solar ou a gás.

Chuveiro pressurizado

Todo chuveiro pode ser pressurizado. Esse tipo de chuveiro tem uma bomba de pressurização embutida ou incluída no sistema, pressurizando a água. Essa bomba é acionada por energia elétrica, o que aumenta o consumo de energia da casa.

Ideal para coberturas e casas onde a pressão da água não é boa, ou quando você quer usar um sistema como a coluna de banho, e a pressão anterior não é alta o suficiente.

Os tipos de chuveiro aqui descritos explicaram bem suas dúvidas ou ainda ficou alguma pergunta? Os comentários abaixo estão abertos para a participação de vocês!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)