O tijolo ecológico tem ganhado a mídia que vê nessa solução da construção uma alternativa econômica e mais amigável ao meio ambiente do que os materiais de construção tradicionais. Analisar as vantagens e desvantagens desse material vai auxiliar todos que querem construir ou reformar, dando mais uma opção de material para ser utilizado.

O que é o tijolo ecológico?

O tijolo ecológico (também conhecido como tijolo modular) é construído a partir de uma mistura de cimento, solo e água, que é posicionada de maneira especial e pressionada manualmente ou mecanicamente, recebendo até 6 toneladas de pressão, ligando fortemente o grão e fazendo com que o processo de queima do forno, que é comumente usado em tijolo de barro comum, desnecessário. O tijolo ecológico pode ser feito de outros materiais, como sobras plásticas, compostos, restos biológicos, entre outros. Ele se torna mais ecológico principalmente porque evita a necessidade de queima, o que contribui para menor emissão de gás carbônico na atmosfera.

Tipos de tijolos ecológicos

O tijolo ecológico é muito mais que uma simples estrutura de tijolos que enche uma parede. Com suas características físicas proporciona estabilidade econômica, estrutural, harmonia e beleza, fazendo com que sua casa se torne um lugar agradável, relaxante e seguro. Ao eliminar o desperdício típico deste trabalho comum, ao mesmo tempo que minimiza o tempo e o custo do método de trabalho intensivo, o tijolo modular permite a construção rápida e barata de casas.

Existem 3 formatos diferentes geralmente usados pelos tijolos ecológicos: tijolo completo, meio tijolo e canal, a casa pode ser construída para formar uma cadeia de vetores que são reforçados pela fixação de portas, janelas e paredes, permitindo a inserção da rede elétrica, hidrelétrica, televisão a cabo, gás , telefone e interfone dentro de seus buracos, acelerando ainda mais a construção.

  • Tijolo completo: é o tijolo que se assemelha aos tijolos tradicionais. Se diferencia pois em seu centro há 2 ou 3 aberturas para inserção de material estrutural ou elementos da construção, como encanamentos e a parte elétrica do imóvel.
  • Meio tijolo: é exatamente a metade do tijolo completo, contendo apenas uma abertura. Serve para completar elementos de construção sem a necessidade de cortar os tijolos inteiros.
  • Canal: é um tijolo completo mas com duas abas na parte superior. Essas abas servem para receber material estrutural, como vigas e concreto.

Os tijolos ecológicos podem ter designs diferentes também. Alguns modelos funcionam com encaixes e o uso de colas especiais ao invés de usar cimento, resultando em ainda mais economia na construção. São quase como blocos de montar, com boa resistência estrutural.

Tijolos ecológicos

O tijolo ecológico é uma boa opção para construção de imóveis, podendo ajudar na economia de materiais. (Foto: Lego brick machine)

Vantagens de casas com tijolos ecológicos

O tijolo é feito de prensa hidráulica ou manual, sob pressão equivalente a 6 toneladas, o que o torna regular, com faces lisas, permitindo um encaixe perfeito, fazendo o cálculo das unidades a serem utilizadas em todas as paredes e todo o trabalho, sem a necessidade de cortar o tijolo.

Devido às suas bordas lisas e ajuste duplo, as paredes mantêm uma face perfeita e um belo acabamento, oferecendo uma beleza estética ao edifício.

Sua arquitetura evita o uso de pregos, arame, madeira e deixa a parede pronta para embutir rede hidráulica, elétrica e outras.

Possuem bom isolamento térmico e acústico, permitindo que o ar dentro dos orifícios seja aquecido pelo sol, sofrendo o deslocamento e esfriando novamente, além de reduzir a umidade nas paredes.

Os acessórios foram desenvolvidos para aumentar a resistência da estrutura e facilitar a sua colocação e reduzir drasticamente o tempo de conclusão.

Como suas faces são lisas e bonitas, não há necessidade de gesso, massa corrida ou a colocação de telhas e outros acabamentos, quando desejado.

O cimento é usado em pequenas quantidades no edifício de tijolos modulares e as colunas e vigas são facilmente feitas usando os furos e tijolos de canal.

A construção modular com o uso de tijolos ecológicos favorece a limpeza e menos detritos e perda de material.

Desvantagens do tijolo ecológico

O tijolo ecológico requer um pedreiro experiente, com conhecimento básico da técnica, aplicação e requisitos do sistema na montagem e colocação de batentes e ferragens. É muito comum que pedreiros despreparados usem os tijolos ecológicos como tijolos tradicionais, fazendo cortes nos tijolos que não são apropriados, ao invés de usar os modelos de tijolos já preparados para uso (meio tijolo, canal, etc). Dessa maneira, pode acabar encarecendo um pouco a mão de obra, já que os construtores precisarão de treinamento.

Pode ser usado em climas secos, mas em climas muito úmidos ou em locais onde há maior exposição à umidade, não é muito confiável e ainda não foi testado o suficiente.

É preciso comprar o tijolo de empresas de qualidade. Muitas empresas vendem tijolos ecológicos de baixa qualidade estrutural, que podem não ser eficientes na construção. Pesquisar antes na internet por marcas e empresas de qualidade vai ajudar a encontrar os melhores materiais.

Está querendo fazer uma construção com tijolo ecológico ou já fez? O que acha desse material?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)