Se você bate em seus azulejos e eles produzem um som oco ou estão começando a estufar da parede, você provavelmente tem um problema de instalação dos azulejos. Isso pode ser o sintoma de um problema mais grave e quanto antes você der atenção a este problema, menores serão seus prejuízos.

O que pode causar azulejos ocos ou soltando?

Adesivo insuficiente para cobrir 100% da superfície traseira do azulejo, instalação dos azulejos em condições de tempo muito quentes ou muito úmidas, deixar o adesivo muito tempo na parede até o assentamento dos azulejos, infiltração por trás do azulejo, impermeabilização com produto inadequado, movimento excessivo da superfície onde o azulejo será instalado (comum em casas de madeira), cimento/substrato/adesivos com data já vencida, vibração excessiva da superfície onde os azulejos estão instalados. Estes são apenas alguns dos motivos mais comuns, mas seu caso pode fugir um pouco deste padrão. Porém, a causa é sempre a mesma: instalação incorreta e não planejada dos azulejos.

O que fazer quando os azulejos estão ocos ou soltando?

Nenhuma das situações acima são ideais, e nós sempre recomendamos que o piso seja corrigido pelo construtor ou azulejista responsável pela instalação. O erro foi deles, afinal. Se você tem um seguro de construção, ele pode ser acionado neste caso. Se os azulejos apresentarem problemas imediatamente após a instalação, no entanto, e se apenas alguns azulejos isolados são afetados; você pode querer estar preparado para evitar a conveniência de trabalhos de reparação. Se assim for, fale com o seu construtor ou azulejista e peça uma garantia assinada de que eles vão corrigir o problema prontamente e sem custo, caso haja problemas futuros. O importante é que o reparo seja feito o quanto antes, de modo a evitar danos no reboco da parede. Outra situação comum e que exige uma atitude diferente é quando você tem um apartamento mais antigo apresentando este problema. Neste caso, muitas vezes, houve a instalação dos azulejos sobre uma superfície imprópria, ou os instaladores não tiveram o treinamento apropriado para a instalação. É provável que você terá de se preparar para trocar todos os azulejos e ainda, refazer o reboco das paredes, pois a instalação imprópria do adesivo causará a remoção do reboco junto com os azulejos, geralmente expondo os tijolos da construção. Você deve manter a calma e diagnosticar o problema, para planejar a instalação e os reparos de acordo. Pode ser que apenas os azulejos foram instalados incorretamente, o que vai precisar apenas da remoção destes e sua reinstalação. Já no caso do reboco ter sido danificado ou ter sido preparado de forma incorreta para os azulejos, será necessário que você refaça o reboco de forma apropriada.

Cuidado com azulejos soltos

Analise as causas dos azulejos soltos ou você poderá pagar por um reparo que só causará o problema novamente. (Foto: divulgação)

Causas e soluções para azulejos ocos e soltando

De acordo com o diagnóstico você terá diferentes soluções para o problema dos azulejos, de forma a evitar que o problema se repita. Perceba que damos as soluções para os problemas mais comuns, que podem ser reparados por você mesmo, mas a consulta a um especialista em azulejos para um diagnóstico mais completo e detalhado deve ser realizada.

Sem espaço para dilatação. Uma razão comum para azulejos soltarem, estufarem ou ter o som oco é que não há espaço para dilatação incluídos na instalação. Todos os perímetros junto a paredes precisam incluir um espaçamento aproximado de 0,3/0,5 cm, permitindo o movimento natural da casa e dos azulejos. O piso também precisa incluir juntas para permitir a expansão do concreto, uma vez que, naturalmente, se expande e se contrai com o clima. Preferencialmente, os azulejos devem ser deixados de molho na água antes da instalação, de modo a fazer com que eles absorvam umidade e tenham uma expansão prévia à instalação.

Solução: é necessária a remoção dos rejuntes e da argamassa usada para fixação dos azulejos. Ao fazer a reinstalação, umedecer os azulejos e respeitar a distância mínima da argamassa para a parede e entre os azulejos para aplicação do rejunte. Verifique o manual da fabricante do azulejo ou com um especialista o distanciamento necessário.

Combinação imprópria entre argamassa e azulejo. Existem inúmeros tipos de argamassas para azulejos disponíveis, por isso é importante usar o tipo certo para o seu projeto. Um cimento básico não é suficiente para fornecer uma força de ligação suficiente para áreas com muita movimentação, onde é mais apropriada uma mistura com látex para dilatação e absorção de impacto.. Se você usar uma argamassa barata e de má qualidade, ela vai ter uma fixação limitada. Usar a espátula de instalação de forma inadequada também pode te deixar com argamassa insuficiente para fixação.

Solução: remover a argamassa antiga e usar uma argamassa de qualidade e apropriada para o uso. Se sua parede recebe muita vibração (ex.: casas/apartamentos perto de ruas movimentadas), você pode ser obrigado a usar uma mistura com látex para permitir a expansão dos azulejos e do reboco. Vendedores de lojas de construção podem recomendar excelentes argamassas, mas consulte quem já as usou antes de fazer a instalação.

Deflexão. Azulejos de cerâmica exigem uma contrapiso/reboco/chapisco muito específico para garantir que a superfície seja sólida o suficiente para a instalação. Deflexão, também conhecida como movimento ascendente e descendente, pode ocorrer se o material do reboco não for suficientemente espesso. Além disso, as juntas devem ser espaçadas corretamente dependendo do tipo de material com o qual você está trabalhando.

Solução: neste caso, é um reparo mais caro, pois você pode ter que remover todo o material até os tijolos para refazer o trabalho. Talvez apenas uma camada esteja apresentando problemas. Um azulejista de qualidade é recomendado para fazer um diagnóstico preciso e que resultará em grandes economias.

Substrato impróprio. Outro erro comum é o tipo errado de substrato ou sua instalação inadequada. A espessura aceitável é de, pelo menos, 0,65 cm. Além disso, alguns tipos de parede e piso precisam de multi camadas de substrato (chapisco, emboço e reboco) antes da instalação dos azulejos. Desrespeitar a espessura mínima, usar material de má qualidade ou “pular” as camadas pode causar o estufamento dos azulejos e fazer com que eles se soltem da argamassa.

Solução: identificar a camada com problema e refazê-la antes de reinstalar os azulejos. É um reparo caro, mas é importante fazê-lo para que os azulejos não caiam ou estufem novamente.

Infiltrações. Estas podem ser causadas por vazamentos de encanamentos, entrada de água por juntas mal aplicadas ou até por fontes externas que infiltram nas paredes. O resultado é que a umidade acaba danificando o substrato e pode enfraquecer a aderência do azulejo com o reboco.

Solução: identificar a fonte da infiltração e reaplicar o reboco com a argamassa para os azulejos soltos/ocos/estufados. É importante que a impermeabilização seja feita corretamente para este problema não se repetir.

Você já teve problemas com azulejos? Qual foi o diagnóstico? E a solução?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)