O industrial não era mesmo um estilo: era um fato da vida no trabalho. Mas em algum lugar ao longo do caminho, começamos a apreciar a falta de pretensão e o apelo visual que se encontra em superfícies utilitárias, arquitetura despojada e objetos recuperados. O industrial se explodiu em uma tendência que não mostra sinais de declínio, e hoje em dia, é provável encontrar uma decoração industrial dentro dos muros de uma mansão, em um apartamento de 2 quartos ou até uma quitinete.

Estilo industrial: características

Há uma qualidade trabalhadora e proletária sobre o estilo industrial que ressoa, e como celebra materiais humildes, pode ser tão acessível quanto você precisa. De acordo com o que é essencial, mostra a bela interação entre a forma pura e a função. É modesto, confortável em seu próprio estilo e ainda mais chique para isso. Se você não gosta de lojas de móveis prontos e sua loja favorita são os móveis antigos que precisam de um retoque, o estilo industrial é algo que vai cair bem com você.

Estilo industrial contemporâneo: o mobiliário funcional

Os móveis industriais são mínimos e tem sentido, com linhas fortes e limpas e sem uma pitada de excesso. Misture novas peças com recuperados, procurando lojas de segunda mão, classificados online e parentes doando móveis, e não seja tímido com a investigação de peças deixadas nas calçadas das ruas. A reutilização é central para este estilo: caixotes de madeira transformados em mesas, armários antigos usados ​​como armazenamento, escadas maltratadas transformadas em prateleiras.

Embora o mobiliário acolhedor e confortável possa sentir-se fora de lugar, você não precisa se perder em grandes quantidades de peças metálicas e também dormir em camas desconfortáveis. As peças acolchoadas devem ser simples e sem frescura, pois nada quebra a tensão da decoração industrial, como uma cadeira coberta com coisas “fofinhas”. Escolha um estofamento sólido em texturas naturais e cores neutras. O couro é sempre uma boa opção aqui.

Estilo industrial

Veja como o estilo industrial adiciona uma grande personalidade a um ambiente. (Foto: Home And Decoration)

Estilo industrial em interiores se baseia na arte do salvamento

O estilo industrial apaga a linha entre o lixo e o tesouro e revela beleza no salvamento de peças antigas todos os dias. Encontros singulares com linhas e formas enfáticas, desde câmeras antigas a mesas de máquinas de escrever, até parafusos e engrenagens antigas, dão ao olhar a sua força característica. E se eles parecem um pouco desgastados, ainda melhor.

Com honestidade, é difícil escolher algo errado aqui. Se um objeto impressionante ou uma coleção de peças falar com você, mostre com orgulho. Você pode criar um maior impacto agrupando objetos juntos ou transformando achados recuperados em móveis.

Estilo industrial arquitetura se baseia nos espaços abertos

O estilo industrial teve sua gênese em grandes edifícios abertos, como armazéns, garagens, e fábricas de embalagens. Por isso só faz sentido que um plano aberto seja uma característica do aspecto. Tetos altos tapam quartos expansivos que muitas vezes servem várias funções como uma cozinha, sala de jantar e sala de estar, todos misturados em um.

Quebre uma longa extensão de espaço com móveis bem colocados. Uma ilha e duas lâmpadas pendentes podem separar visualmente uma cozinha do espaço além, por exemplo. Você também quer prestar atenção especial à criação de ecos visuais e um olhar unificado em tuso para evitar um efeito de quebra no visual.

Como fazer a decoração industrial

Em um estilo industrial, os móveis recuperados tem um papel importante no visual, adicionando personalidade à decoração. (Foto: Icon Home Design)

Estilo industrial e decoração com arte

Esse estilo ficaria estranho em uma casa tradicional ou uma casa doce e feminina? Então, provavelmente será a vida da festa em um espaço industrial. Sinais de trânsito antigos, trabalhos abstratos gigantes, esculturas de mídias misturadas. Enfim, a tomada de riscos dá a esse estilo um toque especial. Objetos encontrados, como rodas de polia e alças de metal gigantes podem ser montados nas paredes ou agrupados em prateleiras para um toque gráfico poderoso. Em caso de dúvida, você não pode dar errado nas fotos em preto e branco. Mantenha os quadros simples e as cores bem sólidas.

Cores frias são para o estilo industrial

Quando você pensa sobre um esquema de cores industrial, você provavelmente imagina cinza com um pouco de preto e branco jogado pelo espaço. E, embora seja verdade que a gama de cores neste estilo tende a ser mais estreita do que em outros, há espaço de alinhamento na paleta, desde que não haja exageros.

Comece com um fundo de neutros que tenham fracos legais, e então você poderia trazer uma dose medida de cidra, tangerina, fúcsia ou outra tonalidade saturada. Ou ficar escuro e temperamental, com índigo, ameixa, e musgo.

Mesmo se você decidir ficar principalmente com cinzas, varie as subtonalidades e sombras com alguns tons mais claros, alguns profundos, alguns no meio para evitar que o espaço se sinta unidimensional. Devido à ênfase em materiais como o concreto, o metal ondulado e, talvez, um toque de ferrugem, o estilo industrial geralmente possui textura incorporada para quebrar a paleta monocromática. Mas se um quarto se sentir plano, considere adicionar mais alguns elementos táteis para aumentar a profundidade.

Decoração industrial

A combinação de metais e madeira nos móveis é uma característica central dos móveis em estilo industrial. (Foto: drkarchitects.com)

Metal pesado no estilo industrial

Se houver um material industrial, é metal. O estanho, o aço, o ferro e o alumínio criam uma sensibilidade limpa, legal e funcional e emprestam apenas o toque correto de elegância sem sentir-se demasiadamente exagerado. Qualquer coisa que possa ser forjada ou soldada é um jogo justo: duchas expostas, escadas, bancadas, paredes divisórias.

Escolha metais “frios” (não ouro ou latão) que tenham um acabamento fosco ou um toque de pátina. O estilo industrial não é sobre brilho. E quebre todo o metal com outros materiais, como a madeira ou a pedra, para evitar sentir-se como se você vivesse em uma fábrica (a não ser, é claro, que é isso o que você quer).

Arquitetura à mostra no estilo industrial

Arquiteturalmente falando, uma sala industrial não deixa nada para a imaginação. A infraestrutura é muitas vezes exposta, até as torneiras. Paredes inacabadas, janelas nuas e vigas expostas mostram o esqueleto estrutural que mantém o espaço em conjunto.

Abrace a crudeza. Não cubra o bloco de concreto ou as paredes de tijolo com gesso, ou esconda os dutos e tubos por trás do teto. Se a privacidade é uma preocupação, considere um tratamento ou filme fosco para janelas, mas obscurecer com persianas e cortinas pode prejudicar o seu atrativo austero.

Os pisos básicos no estilo industrial

O surgimento do estilo industrial pode ser o maior motivo pelo qual os pisos de cimento queimado e concreto entraram na moda. A madeira (de preferência mostrando sua idade), epóxi, azulejos simples ou mesmo borracha pode ser perfeito para o ambiente. Tapetes e carpetes diluem o visual industrial mais duro, se bem usados na construção do visual.

Como você montou um estilo industrial na sua casa? Que dicas daria para quem quer usar esse esilo?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)