Quando se trata de pintura, todos queremos entrar e ver a nova cor bonita nas paredes. No entanto, passar alguns minutos extras no trabalho preparatório oferecerá resultados muito melhores e ajudará a evitar problemas ao longo do caminho. Afinal, o preparo é a parte mais importante na pintura de paredes. Mas vamos explicar, passo a passo, o processo de pintar paredes em casa.

Como pintar paredes: comprando as tintas

5 litros de tinta podem cobrir cerca de 40 metros quadrados. Multiplique o comprimento pela altura para obter a metragem quadrada de cada parede e adicione-os. Para os rodapés e detalhes, multiplique o comprimento pela a largura. Se você não tiver certeza sobre a quantidade de tinta que precisará, há calculadoras de tinta que podem te ajudar nesse cálculo online. Ao usar mais de um galão de tinta, misture-os em um balde para garantir a consistência das cores.

Como pintar uma parede: as ferramentas e materiais

Do preparo ao acabamento, você precisará dos seguintes materiais e ferramentas:

Espátula 5 em 1

Baldes

Balde de tinta pequena para guarnição

Panos, lonas ou plásticos para proteger móveis e pisos

Suprimentos de reparo de paredes: massa corrida, cimento, etc

Escada

Pincéis de pintura

Faca

Estopa

Rolo de pintura anti respingo

Extensão para rolo

Óculos de segurança

Lixa e/ou lixadeira

Chaves de fenda

Esponjas

Ferramentas de remoção de papel de parede

Luvas de trabalho

Luz de trabalho

Primer

Fosfato Trissódico

Aspirador de pó

Pincel de fio ou nylon

Limpador de mãos

Diluente de tinta

Tinta

Sabão ou detergente

Fita crepe ou fita para pintura

Pintando a parede: passo a passo do preparo

O preparo é o passo mais demorado porém, mais importante para que se obtenha um resultado duradouro e eficiente.

Passo 1: mobília

Cobrir a mobília com panos ou plásticos, evitando danos aos móveis. Mova a mobília pesada para o centro da sala e cubra com panos de plástico. Use lona no chão, pois o plástico pode ficar escorregadio.

Passo 2: tomadas e interruptores

Remova as placas de cobertura e proteja-as com fita adesiva. Se você precisar cobrir uma luz de teto ou ventilador, desligue os disjuntores da sala e configure uma luz de trabalho. Remova as placas de cobertura dos interruptores e saídas. Proteja os interruptores com fita adesiva. Cole os parafusos na parte de trás das placas para que você não os perca.

Passo 3: protegendo ventiladores e lustres

Solte a tampa e deslize o ventilador para baixo. Se você estiver pintando o teto, precisará proteger dispositivos pendurados, como ventiladores de teto e luzes pendentes. Para ventiladores, remova as lâminas, solte a tampa e deslize-a para baixo. Em seguida, enrole o aparelho com plástico. Lustres devem ter uma placa de cobertura que apenas desliza para baixo também. Você também deve encobrir luzes embutidas. Primeiro remova a lâmpada. Em seguida, puxe a parte externa para baixo um pouco. Solte as molas ou fios segurando a tampa no lugar e cubra com plástico e fita adesiva. Agora você pode pintar a área do teto coberta pela guarnição.

Passo 4: portas e prateleiras

Cobrir todo o hardware da porta com fita adesiva e / ou sacos de plástico. Esse passo é importante principalmente se a porta será pintada ou se você não quiser manchas na porta. Remova prateleiras para poder fazer a pintura completa da parede, mesmo as partes que ficarão escondidas.

Passo 5: remoção do papel de parede

Remova o papel de parede, usando as ferramentas adequadas, como uma espátula. Use um movimento circular para perfurar o papel. Borrife com um spray de remoção de papel de parede. Pulverize o papel com um spray de remoção de papel de parede. O papel precisa estar molhado. Siga o tempo de espera recomendado antes da raspagem. Você também pode usar um vaporizador para molhar e amaciar o papel. Segure o vapor contra o papel por alguns segundos para amolecer. Limpe cuidadosamente qualquer resíduo de cola com água morna.

Pintura

Dedique a maior parte do tempo a preparar a parede para a pintura, evitando assim problemas durante o processo. (Foto: HomeTips)

Passo 5: remoção da tinta

Raspe a tinta que está descamando nas paredes ou que formou bolhas. Raspe o máximo de tinta existente nas paredes que puder, lixando a parede toda com uma lixa bem agressiva (40 a 80 grãos) se possível. Remende pequenos buracos na parede com massa corrida ou argamassa. Tinta à base de óleo não pode ser pintada com tinta látex. Você precisará preparar a superfície. Verifique a superfície da tinta à base de óleo. Molhe um cotonete com álcool e esfregue a superfície. Se a tinta sair, é de látex. Se não, é baseada em óleo.

Passo 6: limpeza

Hora de aspirar a poeira nos rodapés com um aspirador de pó, passando por todos os lugares possíveis. Limpe as paredes com um pano úmido. Uma rápida passagem uma vez apenas fará todo o serviço. Se suas paredes tiverem óleo ou outros resíduos, lave com fosfato trissódico para uma limpeza mais completa. Siga as instruções do fabricante. Enxágue com água e deixe secar.

Passo 7: primer

Use primer quando necessário. O primer não é necessário para todos os trabalhos de pintura. Só é necessário no caso de paredes de madeira, áreas manchadas ou reparadas, acabamentos de alto brilho e mudanças de cor drásticas. Há muitos produtos de pintura com primer já incluso que podem economizar tempo. Consulte uma loja de tintas para suas necessidades específicas de projeto. Tintas a base de óleo ou látex podem ter exigências diferentes de primer. Verifique antes de começar seu projeto.

Pintura de paredes

Fitas coladas nas paredes ajudam a delimitar o espaço de pintura e até a fazer formatos e outros elementos de destaque. (Foto: Classy Clutter)

Planejamento para pintar uma parede

A segunda etapa consiste no planejamento da pintura da parede, também muito importante. Pintar uma sala inteira pode levar alguns dias para ser concluído. Planeje com antecedência e verifique se você tem muita ventilação durante o trabalho. Além disso, planeje trabalhar de cima para baixo. Pinte primeiro o teto, depois as paredes e termine com o acabamento.

Passo 1: pintando as bordas

Pinte as bordas primeiro. Para pintar as bordas, mergulhe um pincel a cerca de um terço da tinta e não raspe-o contra os lados da parede. Use um pequeno balde de tinta quando estiver pintando. Um pequeno balde será muito mais leve e mais fácil de manusear quando você estiver subindo e descendo a escada.

Passo 2: suavizando

Segurando o pincel como se fosse um lápis, pinte com pinceladas suaves, suavizando as bordas para evitar marcas. Ficar com um pouco de tinta no acabamento não importará, pois você pintará isso mais tarde, mas tente não exagerar nos erros.

Passo 3: rolo

Após pintar as bordas, passe para o rolo. Para as paredes, pinte as bordas em uma parede de cada vez e, em seguida, mude para o rolo. A pintura pode ser muito mais fácil com duas pessoas. Uma pessoa pode fazer as bordas enquanto a outra usa o rolo. Use uma grade de rolos com um balde. Se você estiver usando uma caçamba para tinta e insira uma grade de rolos para remover o excesso. Para outras ferramentas como uma bandeja de tinta, use um revestimento como um plástico para facilitar a limpeza depois. Coloque o rolo na tinta. Para ajudar na carga da tinta, primeiro umedeça a tampa do rolo com um pano molhado. Mergulhe um pouco na tinta e role na grade ou na bandeja algumas vezes para uniformizar a tinta. Resista ao impulso de submergir o rolo, pois isso fará uma grande bagunça.

Passo 4: pintando a parede

Começando a alguns centímetros de distância da borda, role a tinta no teto/parede em um padrão em ziguezague. Sobreponha as linhas e vá devagar para evitar respingos de tinta. Não pressione e aperte o rolo contra a parede para obter mais tinta, apenas recarregue. Trabalhe em seções de 1,5 metros. Para paredes, comece de cima para baixo. Depois de conseguir alguma tinta nas paredes, você pode voltar ao longo das bordas. Gire o rolo para o lado para ficar bem perto do teto e dos rodapés. Para remover o acúmulo e a corrida, role suavemente a área pintada do teto até o chão. Aplique muito pouca pressão. Pinte uma parede de cada vez e aplique duas camadas.

OBS.: se você precisar fazer uma pausa, cubra seu balde e cubra as tintas com filme plástico. Também use plástico ou papel alumínio para cobrir seus pincéis e rolos. Se você não vai pintar por um tempo, enrole as ferramentas e guarde-as na geladeira. Não guarde no congelador.

Passo 5: pintando os detalhes

Depois que as paredes estiverem completamente secas, aplique a fita do pintor ao longo da borda da parede. Pressione com uma espátula de plástico. Pinte a guarnição com um pincel. Remova cuidadosamente a fita logo após a pintura. Não espere a tinta secar completamente. Isso evitará o descascamento. Uma faca pode ajudar a cortar pontos onde a fita está presa. Algumas fitas tem recomendações específicas de tempo de remoção, portanto, verifique o pacote.

Passo 6: limpeza

Use seu pincel para raspar a tinta da caçamba ou bandeja de volta na lata de tinta original. Pressione firmemente a tampa de volta para a lata. Passe a escova debaixo d’água para lavar. Passe a escova sob água morna e use um pente ou escova de limpeza de nylon para ajudar a remover a tinta das cerdas. Use um diluente para ajudar no processo e enxágue novamente. Remodele o pincel e pendure para secar. Para coberturas de rolos, use uma espátula 5 em 1 para remover a tinta sob água corrente. Deixe o rolo secar na posição vertical e guarde em um saco de papel ou caixa de papelão. Limpe os pontos onde a tinta caiu com um diluente ou com a espátula, com cuidado. Remova as coberturas dos móveis.

Pronto: sua pintura está feita!

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)