Escolher um sofá confortável começa a partir da resposta das perguntas certas. Quem vai usá-lo? Será que vai ser a primeira parada em casa depois do trabalho ou o local de descanso para curtir um filme na TV? Você quer ficar deitado ou sentado no sofá? Quanto tempo você espera que o seu sofá dure? Com as suas necessidades em mente, temos os principais critérios a serem considerados na escolha de um sofá confortável.

Sofá confortável e barato: a importância de uma boa estrutura

Um sofá bem construído começa com uma estrutura robusta feita de uma madeira seca, maciça, e resistente (nada de MDF ou compensado). Uma madeira de qualidade protege o sofá contra empenamento e rachaduras. Um estrutura de aço ou metal, apesar de ser mais resistente, não tem tanta maleabilidade para formar um design diferenciado em um sofá. Sofás que são muito pouco usados, como os de quarto de hóspedes, podem ser de madeira de menor qualidade, ou placas de compensado/MDF.

Na estrutura do sofá, a construção também é tão importante quanto os materiais. Estruturas de alta qualidade são aparafusadas ​​e coladas em todas as articulações, para proteger duplamente contra qualquer coisa, seja excesso de peso, ou aquele tombo que você deu em cima do sofá. Os cantos do sofá devem ser reforçado com blocos de madeira, grampos e parafusos. Você pode nãos conseguir ver os blocos de suporte, mas um vendedor deve saber se eles estão lá. Se não souber, peça para que eles consultem o catálogo do fabricante.

Tudo isso é importante porque sem essa estrutura, mesmo o mais confortável dos sofás vai durar apenas alguns dias. Portanto, estrutura é o fator primordial na escolha de um sofá. Se você puder escolher um kit de sofá modular, que pode ser montado em diferentes tamanhos, melhor ainda.

Para sofás reclináveis e/ou chaise (suporte para os pés), recomendamos que você verifique a estrutura do reclinador e a facilidade para reclinar o sofá, bem como os “corredores” para a chaise e os rodízios para a chaise. Principalmente nos corredores, prefira os de metal, pois os de madeira travam muito. Quanto mais fácil for para mover as chaises de um sofá, melhor será.

Escolhendo sofá confortável

Um sofá confortável não precisa ser grande, nem muito pequeno. Ele precisa ser ideal para sua casa e família, atendendo às necessidades do ambiente onde ele for colocado. (Foto: www.mymodernmet.com)

 

Sofa confortável para assistir TV e relaxar? Só com o amortecimento certo!

O sistema de molas do seu sofá determina a resistência e a rapidez com que ele responde a apoiar o seu peso quando você se senta sobre ele. As molas tem de responder às diferentes graus de pressão quando seu corpo se sentar sobre elas. Geralmente, quanto maior o número de molas, melhor o conforto.

Você também a opção de um sofá com uma rede de metal como estrutura de suporte de peso, mas este é menos confortável. Outra opção são os sofás sem molas, que usam apenas espuma. O problema é que a espuma, com o passar do tempo, se deforma facilmente, enquanto uma estrutura com molas e espumas combinadas tem maior durabilidade.

Mesmo se o amortecimento do sofá for de espuma, na parte inferior não deve haver uma placa de madeira como suporte. É necessário algum tipo de amortecimento, que deforme com o peso. A placa de madeira, garantimos, vai quebrar em poucos meses.

Almofadas dos sofás

Tão vital quanto a suspensão do sofá são as almofadas que esse sofá possui, sejam elas almofadas de assento, de apoio para as costas ou apenas decorativas. As almofadas, afinal, separam seu bumbum do sistema de suspensão do sofá.

O problema é que o conforto das almofadas, assim como o conforto de uma cama, é um critério subjetivo. Cada um percebe o conforto de uma forma diferente. Alguns procedimentos, porém, podem te ajudar a encontrar o que é mais confortável nas almofadas de um sofá para você.

  • Tente sentar e reclinar em várias posições, em diferentes sofás – Responda às seguintes perguntas: será que a profundidade do assento do sofá deixa uma posição confortável também para minhas pernas? Você gosta do ângulo do encosto? Os braços do sofá tem uma altura confortável e largura? Você pode dobrar um travesseiro para o canto para que você possa deitar? É recomendável ir com mais uma pessoa, para ela se sentar com você e vocês avaliarem a qualidade do sofá juntos.
  • Quique sobre o sofá – Isto vai dizer se o sistema de suspensão/amortecimento é ideal para você. É flexível o suficiente? Firme o suficiente? Será que ele faz muito barulho? Sente em diferentes posições com mais uma pessoa, e pressione o sofá em direções opostas. Verifique se essas pressões causam alguma deformação inconveniente na suspensão do sofá, ou prejudicam o conforto.
  • Estrutura para as almofadas – Segure a estrutura para as almofadas, sejam elas laterais ou traseiras, e tente movê-las. Uma estrutura sólida não deve mexer. Verifique também as costuras. Certifique-se de que eles estão em linha reta e reforçados. Padrões devem ser devidamente combinados e centrado, listras devem se alinhar.
O que é a chaise em um sofá

A chaise é essa parte mais longa do sofá. Além da chaise fixa, existe a chaise retrátil, que economiza espaço quando não é utilizada, e torna o sofá mais confortável, quando é esticada. (Foto: www.houzz.com)

Sofá confortável retrátil, Sofá confortável de canto, Sofá confortável para dormir: sem o estofado ideal, nenhum sofá será confortável!

Mais do que qualquer outro elemento do seu sofá, o estofado que você escolher vai afetar – e muito – o conforto de seu sofá. Você vai querer escolher um tecido impermeabilizado, de forma que respingos de líquidos não manchem seu sofá. Vai querer também um tecido tratado com antifúngicos e antiácaros, para evitar problemas com alergias. Acima de tudo, vai querer evitar dois extremos: tecido quente demais ou frios demais.

O couro sintético, geralmente, é um meio termo entre todos os tipos de estofamento, mas ele pode ficar um pouco desconfortável em dias mais quentes.

O veludo tem uma textura mais agradável, mas é mais difícil de limpar e pode incomodar em locais mais quentes. Para dias frios, nenhum outro tecido ganha do conforto do veludo.

O poliéster tem uma boa textura e é fácil de limpar, mas só proporciona uma sensação de conforto razoável.

Algodão e linho são confortáveis em qualquer situação e clima, mas pecam no fator durabilidade.

Novamente, recomendamos que você teste os tecidos antes de comprar, para saber qual deles proporciona o melhor conforto.

 

As medidas do sofá

Sofás são itens caros. Você não quer gastar dinheiro a toa. Portanto, combinar uma relação entre tamanho e qualidade do sofá é uma ótima forma para economizar.

  • Tire as medidas certas do sofá para caber onde você irá colocá-lo em casa – Meça a largura, altura, e profundidade do sofá. Não se esqueça que se o sofá for retrátil ou for um sofá cama, o espaço disponível tem que ser suficiente para o sofá ser “esticado”. Você pode até achar aquele sofá gigante maravilhoso, mas enfiar ele na sua sala de 8 m² é impossível.
  • Tamanho ideal do sofá – Em uma parede, preferencialmente, um sofá deve deixar 0,50 cm a 1 metro de cada lado livres. Esse espaço deve ser contado a partir de uma parede ou uma porta. Se houver uma janela atrás do sofá, este deve ter uma distância de, pelo menos, 0,75 cm da janela, possibilitando o tráfego de pessoas. À frente do sofá, deve sobrar um espaço de, pelo menos, 2 metros até a parede.

Se você perceber que um sofá não vai caber muito bem na sua sala ou quarto, reduza de 3 para dois lugares. Ou talvez, pense em colocar um pufe no lugar do sofá. Existem várias soluções criativas para assentos, e mais importante, soluções mais baratas que podem ficar muito bonitas. Perceba que pode valer mais a pena comprar um sofá de dois lugares, com chaise e reclinável, do que comprar um de 3 lugares duro e difícil de limpar.

Não se esqueça também: bons sofás tem uma garantia de, pelo menos, 3 anos. Já que você vai investir, invista bem, e compre um sofá confortável, de qualidade, e que não te dará dores de cabeça no pós venda.

Como você escolheu seu sofá? Quais dicas daria para quem precisa comprar um sofá hoje?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)