Se ficar organizado é uma de suas metas, você tem uma companhia de milhares de pessoas ao redor do mundo. A organização torna as tarefas diárias menos estressante. Talvez, o mais importante neste processo é saber como se livrar das coisas que você não usa mais sem medo de ser feliz e deixando todo aquele lindo espaço na sua casa ou apartamento para a produtividade e criatividade fluírem soltas.

Pensamos sempre em como liberar espaço em nossas casas, ou como fazer para caber em um canto aquela mesa de escritório mais confortável. Tudo isso é possível se você se livrar do desnecessário e buscar otimizar o espaço de seu lar para a organização, produtividade e qualidade de vida.

Escolha: manter ou jogar fora

O primeiro passo é não ter um “meio termo”. Ao considerar o que fazer com um item qualquer em casa, lembre-se que você tem duas opções básicas, que são manter ou jogar fora. Se você decidir mantê-lo, você deve descobrir o que fazer com ele. Se você optar por jogar fora, você pode colocar no lixo, vender, doar ou dar para alguém. Claramente, o maior obstáculo para se livrar de qualquer coisa é ter que fazer esta escolha, e ter um talvez como opção (ex.: “talvez eu vá usar no inverno”, “talvez eu decida mais tarde”) só vai dificultar em se livrar da bagunça.

Dê uma segunda olhada

Nunca é tarde demais para se livrar de algumas das coisas que você decidiu manter. Dê um passei pela sua casa e faça uma revisão dos itens. Organizando mesmo uma pequena pilha de coisas leva muito tempo. E, apesar de armazenamento e depósito desempenharem um papel importante na gestão de todos os bens que atravancam sua vida, simplesmente se livrar de algumas coisas muitas vezes faz mais sentido.

Organizando a sua bagunça

Pode ser bem difícil se desvincular de alguns itens de valor sentimental, mas depois que você tiver eles bem longe de você, a paz reinará em sua vida. (Foto: vbhomeaccents.com)

 

Faça uma triagem da bagunça

Crie três categorias: “definitivamente manter”, “definitivamente jogar fora”, e “eu não tenho certeza”. Depois, jogue fora/doe/venda tudo que está nas duas últimas categorias. O lado positivo de se livrar de tanta bagunça supera qualquer possibilidade de ter cometido um erro.

Arrume um amigo de bagunça

Você ficará provavelmente menos sentimental, menos ambivalente, e mais determinado quando lida com a bagunça de outras pessoas. Faça este conceito funcionar para você, chamando um amigo, namorado, namorada, esposo, esposa ou familiar para ajudá-lo a se livrar da bagunça. Ouça a essa pessoa, e faça o que ele ou ela lhe diz para organizar sua casa.

Jogue o jogo da saudade

Se você não conseguir jogar alguma coisa fora, coloque em uma caixa estabeleça uma data na caixa daqui a exatamente um ano. Não liste o que há na caixa, apenas a data. Se você achar que essa data futura chegou e passou sem que você precisasse de algo na caixa, jogue fora, sem olhar o que está lá dentro. Não olhe para trás. E se você precisar e usar algumas das coisas na caixa, encontre um bom lugar para manter esses itens.

Localize um destino para a bagunça

Livrar-se das coisas é muito mais fácil quando você sabe que isso não vai acabar no lixo, mas nas mãos de alguém que quer e pode usá-lo. Isso pode ser obtido online, através de aplicativos em smartphones ou tablets, com seus amigos/familiares e mais. É possível ainda fazer até um dinheiro com isso.

Vestuário, equipamentos esportivos, livros e móveis são freqüentemente recebidos por outros

Dê a seus parentes e amigos seus tesouros mais valiosos. Brechós, instituições de caridade e ONGs também ficarão felizes em receber o material que seus familiares e amigos não querem e ainda por cima, te fazer bem em se doar ao próximo.

Se não funcionar, jogue fora

Olhe ao redor de sua casa para uma torradeira, liquidificador, aspirador, rádio, relógio ou  qualquer pequeno aparelho que não funciona já por algum tempo. Uma vez que você encontrar um, pergunte-se se você realmente precisa dele. Se você decidir consertar, faça agora. Se não, substitua ou descarte imediatamente.

Invista em portas e gavetas

Guarde suas coisas em armários e closets com gavetas, ou em qualquer lugar que contribui para uma sensação de ordem visual. Mas lembre-se que o espaço ocupado por portas ainda é o espaço que você poderia usar para outra coisa.

Pegue uma amostra

Crie uma pasta de arte grande e comece a recolher amostras de obras-primas de seus filhos, cartas, ingressos de shows e tudo que tem um valor sentimental, guardando em uma pasta específica. O que sobrar, jogue fora.

Tire uma foto

Muitas vezes, itens na sua lista de “Eu não tenho certeza” têm valor sentimental ou são grandes demais para manter. Você quer as memórias, mas não necessariamente o objeto. Tire uma foto, então: ocupa muito menos espaço e ainda pode trazer um sorriso caloroso para o seu rosto com as memórias.

Começou já a se livrar da bagunça? Como está fazendo? Quais estratégias está usando? Compartilhe nos comentários e ajude mais pessoas a se organizarem!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)