O piso de sua casa é um dos investimentos mais caros que você fará ao decorar o interior. Suas escolhas são muitas, e selecionar diferentes modelos para cada cômodo não precisa resultar em um visual aleatório. A conexão entre os tipos de revestimento é a cor. Defina a paleta de cores do seu interior antes de comprar o piso e você terá bastante sucesso. Obedecer a “regra de três”, o que significa que você só deve ver até três tipos diferentes de piso de qualquer ponto em sua casa pode ajudar no equilíbrio. Mas outras dicas também ajudam no equilíbrio visual do ambiente.

Como combinar pisos diferentes pelo esquema de cores?

Um bom design de interiores inclui um esquema de cores para toda a casa. As variações nas opções de cores dependem da localização dos cômodos e do número de andares na casa. Começando com a entrada, selecione azulejos, madeira, pedra, ardósia ou um mosaico para marcar a entrada acolhedora em sua casa. Suas cores se misturam a partir deste ponto para dentro. Se sua casa é pequena, colocar uma cor e tipo de piso em toda a área de estar principal expande visualmente o espaço vital.

Combinar piso para as áreas de convivência da casa

Fora da entrada da casa, o piso da sala de estar pode ser um tapete, madeira, cortiça, bambu, laminado, azulejo ou pedra. A chave é combinar a cor do chão com a entrada, à medida que uma flui para a outra. Uma combinação exata não é necessária, desde que os tons se misturem. Para evitar a monotonia em grandes espaços, considere um pedaço de tapete inserido em madeira ou um tapete colorido. Uma sala de jantar com piso duro é prática e azulejo ou pedra funciona melhor. Riscos de madeira com movimentos repetitivos de cadeiras e manchas de tapetes de alimentos e líquidos que caem acidentalmente no chão estragam qualquer ambiente.

Como combinar pisos na casa?

Combinar diferentes pisos vai exigir um pouco de planejamento para equilibrar os elementos de design e criar uma transição mais natural entre os ambientes. (Foto: Concreate)

Combinar piso nas áreas familiares

O piso da sua sala familiar, especialmente se ele corre para a cozinha, deve continuar o tema da cor e beneficiar de uma semelhança com o piso da cozinha. Se você escolher um tapete ou carpete, selecione um acabamento esculpido com uma cor mais escura para evitar manchas e marcas de calçados. Madeira, azulejos e pedra funcionam melhor em cômodos de alto tráfego. A cozinha deve ser de azulejo, ardósia, cortiça ou pedra, e novamente deve manter dentro do esquema de cores dos quartos que levam a ela. Evite madeira e laminado pois no caso de água transbordar ela provoca deformação nos pisos.

Escolha de pisos para quartos familiares

É aqui que você pode ser mais criativo no chão. Os quartos das crianças devem ter chãos  de revestimento duro devido a derrames associados a crianças e adolescentes. Um laminado é menos caro do que a madeira e resiste ao desgaste excessivo. Se os quartos da família estão longe das áreas de estar principais, as cores podem se alimentar da decoração do cômodo, desde que não fiquem “quebradas” com o piso do corredor. Escolha uma cor neutra para o corredor, de preferência em madeira, laminado ou azulejo, e suas escolhas de piso de quarto se ampliam.

O quarto principal, especialmente se estiver conectado a um banheiro, deve combinar. Escolha um tapete bem macio, madeira, azulejo ou laminado. Os tapetes de cada lado da cama fornecem um piso quente se você selecionar uma superfície dura para o piso principal. Misture as cores com o piso selecionado para o banheiro. Não se esqueça de colocar um suporte de borracha para o tapete não escorregar.

Como vocês combinam o piso na casa de vocês? Quais as melhores ideias de combinações que vocês tiveram?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)