Madeira maciça, do tipo que é usada nas comparações com o MDF, é um tipo de madeira que foi colhido e cortado em tábuas maciças, e trabalhados para se tornarem móveis, pisos, paredes, artesanato, etc. Os tipos mais comuns de madeira utilizados são mogno, cerejeira, carvalho, pinus, angelim pedra, cumaru.

Painéis de partículas, como o MDF e o compensado, são placas de partículas de madeiras ou placas muito finas de madeira coladas e prensadas para formarem as “tábuas” de MDF.

Móveis de madeira ou MDF? MDF ou compensado? Planejados de madeira ou MDF?

Sabendo que cada um dos materiais tem qualidades e defeitos diferentes, podemos pensar em uma comparação que estabelece um sendo melhor do que o outro, o que não é verdade. Os dois materiais tem suas vantagens e desvantagens para cada tipo diferente de projeto, e não dá para generalizar. Até a região onde você mora influencia no tipo de material que você deve usar no seu projeto. Vamos mostrar isso no nosso comparativo.

Aparência do MDF e da Madeira

Madeira maciça tem, naturalmente, uma aparência mais rústica, bonita. Os veios da madeira dão um toque extra na decoração de qualquer casa. O MDF tem um acabamento cru, que pode ser decorado até com laminados que simulam a madeira real.

Se você não quiser o acabamento cru, terá que pagar pelos laminados. No custo total geral, se aparência é um critério importante, o MDF sai em desvantagem, porque sempre terá que receber algum tipo de laminado.

Durabilidade do MDF e da Madeira

A madeira sólida é durável, e com cuidado apropriado, vai durar por gerações. Mesmo madeiras menos densas, como o pinus, podem durar anos com a conservação certa.

Tábuas de MDF são menos resistentes a danos causados ​​pela água, e podem ser criadouros de mofo e fungos. Além disso, as tábuas de MDF se desintegram com umidade. Alguns tipos de MDF misturam partículas plásticas em sua composição, que os tornam mais resistentes à água.

Para regiões secas, ou áreas na casa onde não há umidade em nenhuma época do ano, o MDF tem uma leve vantagem por ser mais maleável e barato. Para regiões úmidas, mesmo quando essa umidade é só em uma época do ano (chuvas), ou para regiões perto do mar e rios, não há como fugir: madeira é a melhor opção.

Nota: mesmo quando o MDF é protegido por um laminado, com o tempo, a água vai encontrar seu caminho nas juntas do MDF, ele começará a “inchar” e finalmente, se desintegrará por completo.

O que é o MDF

O MDF é uma placa prensada a alta temperatura e que se forma a partir de minúsculas partículas de madeira. (Foto: ifabstudio.com)

Manutenção do MDF e da Madeira

Pequenos cortes e arranhões podem ser facilmente retocados na madeira. Além disso, o acabamento do mobiliário pode ser mudado com mais facilidade, colocando laminados ou mesmo trocando o tipo de verniz que foi colocado sobre a madeira. Mesmo danos por umidade podem ser consertados com mais facilidade.

No MDF, os danos são mais visíveis e difíceis de consertar, principalmente após receber o acabamento do laminado. É quase impossível remover todo o laminado de uma peça de MDF. E quando você consegue, o MDF pode ficar bem danificado no processo. Danos por umidade precisam da troca da peça inteira.

Grande vantagem para a madeira aqui, que reduz os custos de manutenção no médio e longo prazo.

Maleabilidade do MDF e da Madeira

A madeira maciça permite, com facilidade, que você possa esculpir detalhes e ornamentações em qualquer placa. Isto é especialmente importante em peças que requerem muitas curvas na madeira. Mesmo para a madeira mais dura, há ferramentas para o trabalho. Porém, na construção de uma peça de madeira, o marceneiro ou carpinteiro tem de escolher as tábuas com cuidado, além de conectá-las respeitando a expansão da madeira causada pela umidade, e outros fatores. É mais tempo gasto para fazer uma peça de madeira maciça. A madeira também suporta mais peso que o MDF sem ceder.

MDF é fácil de planejar e tem alta maleabilidade, apesar de não ter muita estrutura para suporte de peso. Principalmente para quem usa cortadores de madeira automatizados, os cortes em MDF são muito fáceis de fazer. Esculpir no MDF já é um pouco mais difícil, porque a peça pode simplesmente desintegrar na sua mão. Mas o MDF é fácil de estruturar em peças conectadas, sem muita preocupação com a expansão das placas.

Vantagem aqui para o MDF na facilidade para uso em diversos projetos, menos os que envolvam suporte de peso e ação do tempo (água, calor, etc). Vantagem para a Madeira nos projetos que envolvam suporte de peso e ação do tempo.

Quais as vantagens da madeira?

A madeira tem uma aparência muito mais natural, que pode ser mais facilmente personalizada após alguns anos. (Foto: images2inspire.com)

Preço do MDF e da Madeira

Para construir, por exemplo, um móvel de madeira, é necessário conectar várias tábuas para fazer uma maior. O rendimento de cada árvore para produzir uma quantidade X de tábuas é também limitado, o que eleva um pouco os custos da madeira, mesmo as de menor densidade. Algumas partes da árvore são descartadas, e não dá pra aproveitar a árvore inteira para fazer tábuas. Na mão de obra, como o projeto com madeira demanda mais tempo, ela acaba ficando mais cara. Além disso, hoje em dia são poucos marceneiros e carpinteiros que ainda trabalham com madeira pura no Brasil.

Já o MDF tem placas de diversos tamanhos, que podem receber reforços estruturais quando são grandes demais, para não se curvarem ao próprio peso. Mesmo quando reforçadas, as placas de MDF são mais baratas do que tábuas de madeira, principalmente porque as partículas de várias árvores são usadas para fazer as placas de MDF. Praticamente toda a árvore é aproveitada para fazer uma placa de MDF. Na mão de obra, como demora menos temo no projeto e execução, o MDF fica mais barato. Além disso, existem mais profissionais trabalhando com MDF do que com madeira, hoje em dia, no Brasil.

Ponto para o MDF.

Nota: recentemente, um casal de amigos teve vários problemas com móveis de MDF, principalmente com os móveis cedendo ao próprio peso e mofo. Se eles tivesse investido em um projeto melhor para os móveis, ou usado madeira, isso não teria acontecido. O mais barato pode sair bem caro

Abaixo, o vídeo explica em detalhes um pouco sobre os tipos de MDF, para te ajudar no seu projeto.

Qual é melhor? Madeira ou MDF?

Depende do seu projeto e também, seu gosto pessoal. Acima de tudo, você vai depender do dinheiro que tem disponível. Isso, principalmente, se deve ao fato que é muito difícil achar profissionais que trabalham com madeira hoje em dia. Os que trabalham, cobram muito caro, tornando os custos proibitivos para muitas pessoas. Mas no longo prazo, na maioria das vezes, os custos iniciais do trabalho com a madeira se pagam com a menor manutenção que ela exige. Agora, não dá pra você querer fazer uma casa de madeira com MDF, né? É preciso uma boa dose de bom senso aqui.

Tome cuidado ao confiar em profissionais da área para te dar conselhos sobre isso. Muitos vão vender o próprio peixe, apenas. Tentamos ser o mais imparciais possíveis aqui, para te ajudar a decidir no que é certo para seu projeto e objetivo.

Qual dos materiais você prefere? Qual você pretende usar no seu projeto?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)