Um lago artificial com água corrente, plantas flutuantes e peixes podem criar um espaço interessante de tirar o fôlego. Mantê-lo atraente e livre de problemas exige um pouco de trabalho, mas com cuidado nas etapas de planejamento e construção, você pode criar um lago com uma manutenção baixa.

É importante salientar que se você não tem paciência ou qualquer conhecimento de construção ou habilidades manuais, a contratação de profissionais para fazer o serviço poderá ser necessária para garantir que o melhor resultado seja entregue. Pode sair caro o projeto feito por terceiros, mas acabará saindo mais barato do que ter que consertar erros depois.

Lago ornamental passo a passo: localização e recursos

Se o seu quintal tem apenas um local que irá acomodar um lago, não se preocupe pois você pode criar uma lago em praticamente qualquer local. Mas se você tem dois ou três pontos para escolher, considere o fator de manutenção.

Se você localizar sua lagoa em uma área que recebe pelo menos seis horas de luz solar direta por dia, você terá uma grande variedade de plantas fáceis de cuidar para escolher. As plantas que prosperam na sombra também estão disponíveis, para que você possa criar um lago em um local que nunca recebe luz solar direta. Mas você terá menos escolhas de fácil cuidado e talvez você precise pagar um pouco mais para obter a mistura de plantas que você deseja. É importante também, no planejamento, escolher os recursos que tornam a manutenção mais barata ou mais fácil de fazer.

Espaço de trabalho ao redor do lado

Para o cuidado conveniente das plantas e da própria lagoa, é melhor se você puder alcançar facilmente todas as partes Dela. Se você localizar o seu lago logo ao lado de uma cerca, parede, cobertura ou edifício, você terá que entrar na água para cuidar de parte da lagoa. Em vez disso, deixe um espaço de trabalho de pelo menos 2 pés de largura ao redor da lagoa.

Proteção para as plantas

Uma maneira de preservar plantas através de invernos severos ou temporadas com um clima mais complicado é mantendo-as em vasos dentro de casa. Um método mais conveniente é criar uma área profunda em sua lagoa. Mantenha suas plantas aquáticas em potes ou sacos de raiz e você pode movê-las para as águas profundas nos meses mais frios. A profundidade de água necessária depende do seu clima e plantas. Colocado em 1 metro de água, as plantas resistentes sobreviverão até mesmo nos climas mais frios.

Estenda o forro para evitar uma invasão de plantas

Mesmo as plantas que normalmente crescem em terra seca adoram a água, e algumas querem se espalhar na água ao longo da borda da lagoa. Para evitar uma invasão, coloque o forro 30 cm ou mais além das pedras de borda da lagoa e cubra-o com cascalho. O revestimento de borracha irá bloquear as raízes que buscam água.

Faça uma margem de corte onde o jardim encontra grama

Pedras planas colocadas no nível do solo criam uma transição amigável entre o seu lago e o gramado. Em vez de cortar a grama onde ela encontra os pedregulhos ou as plantas que cercam a lagoa, você pode correr o cortador de grama diretamente sobre a borda da pedra.

Faça sua lagoa fácil de esvaziar

Para se preparar para o inverno ou para limpar a lagoa, a maioria dos proprietários de lagoas ocasionalmente removem a água. Para tornar a sua lagoa fácil de secar, incline o chão gradualmente para um poço. Dessa forma, você pode colocar uma bomba em um único ponto para descarregar toda a água. Faça o furo do poço em forma de prato e não mais do que 8 cm de profundidade, de modo que o forro possa se adequar a ele.

Coloque os itens que precisam de manutenção em um ponto de fácil acesso

Os filtros e os reservatórios que recolhem detritos (principalmente folhas e outras partes de plantas)requerem limpeza ocasional. Se você planeja usar um, não coloque em um ponto que só pode ser alcançado ao rastejar sobre pedras ou plantas. O material que você tira de um filtro é ótimo fertilizante para plantas.

Faça degraus no solo para facilitar o acesso

Degraus facilitam a entrada e saída da sua lagoa, caso seja necessário limpá-la, cuidar de plantas ou simplesmente se refrescar em um dia quente. Eles também atuam como prateleiras para potes, proporcionando diferentes profundidades de água para diferentes plantas. Se for colocar plantas, o degrau superior deve ser coberto por pelo menos 15 cm de água. Degraus que tenha 30 cm ou mais abaixo da linha de água devem ter pelo menos 50 cm de largura para acomodar potes grandes. Se a sua lagoa é muito pequena para degraus embutidos, crie um ponto de entrada onde o lado da lagoa é vertical. Os lados inclinados tornam difícil entrar e sair.

Como fazer lagos

Perceba que esse pequeno lago foi feito com um pneu, que é uma ótima estrutura para fazer lagos pequenos. (Foto: Craftionary)

Como fazer um mini lago artificial: cuidado com as árvores

Quanto mais perto estiver a sua lagoa para as árvores, mais tempo você vai gastar limpando o lago. Com algumas árvores, este é apenas um problema em certas temporadas do ano, e alguns proprietários de lagoas esticam uma rede sobre a água por algumas semanas para evitar os excessos. Porém, muitas árvores também soltam sementes na primavera e no verão. Você não pode deixar as folhas, as sementes e flores se acumularem e afundarem no lago, pois isso deixará a água marrom. Os produtos químicos naturais nas folhas e no processo de decomposição também podem matar peixes.

As raízes crescentes da árvore podem picar buracos no forro de um lago. E cavar um buraco para a lagoa pode destruir raízes e ferir ou mesmo matar uma árvore. Aqui está uma fórmula para determinar a extensão das raízes do tronco de uma árvore:

  • Meça o diâmetro do tronco a cerca de 1,40 metros do chão.
  • Multiplique essa medida de diâmetro em 1,5.
  • O resultado indica quantos metros as raízes se estendem.

Se você não pode colocar o seu lago longe das zonas de raiz, considere uma lagoa acima do solo. As lagoas acima do solo são criadas empilhando solo para formar diques ou construindo muros de contenção para conter a lagoa. Pneus são ótimas opções para fazer mini lagos dessa maneira.

Mesmo um lado artificial pequeno precisa de um canal e escoamento ao redor

Mantenha a água limpa e não poluída canalizando o escoamento para longe do lago. O escoamento do seu jardim pode transportar limo, grama e outros detritos que deixam a água turva. Também contém produtos químicos para o gramado que podem suportar o crescimento de algas ou prejudicar plantas ou peixes. Você pode proteger sua lagoa do escoamento superficial, simplesmente formando um pequeno caminho de drenagem ao redor do lago. Não precisa ser muito alto. com 8 cm geralmente sendo suficiente. Se a lagoa estiver inclinada, você pode criar um canal raso com uma pequena inclinação para desviar o escoamento para um jardim ou cano.

Faça um primeiro lago pequeno

Quanto menor o lago, menores são as chances de erros. Um lago pequeno tem cerca de 1,5 m de diâmetro. E como você vai cometer erros, é melhor ter alguns que são mais baratos de consertar. Mesmo que a tentação seja grande, vá pequeno com seu lado e depois, se tudo der certo, você poderá aumentá-lo mais no futuro.

Use um nível para fazer o lago levemente inclinado.

Montagem de lago artificial

As pedras de um lago devem ser muito bem posicionadas e encaixadas, ou você corre o risco de deixar pedras soltas que podem provocar acidentes. (Foto: softosd)

Aplicando o forro para lagos artificiais

Um pequeno vazamento em um forro flexível pode ser um grande problema, não porque vazamentos são difíceis de reparar, mas porque podem ser difíceis de encontrar. Nos piores casos, você tem que drenar a lagoa, remover rochas ou mesmo remover todo o forro para examiná-lo. O cuidado extra durante a instalação vale a pena.

O forro após cavar o lago fornece uma almofada que protege a parte inferior do revestimento contra rochas e raízes. Não pule essa etapa. A base comercial é um pano sintético para receber sobre ele a borracha EPDM, que é o único material que os instaladores de lagoas mais profissionais usam. O EPDM custa mais do que a maioria dos outros materiais, mas os profissionais descobriram que é melhor gastar a mais do que buscar e consertar vazamentos mais tarde. Obtenha um modelo mais grosso para ter os melhores resultados. Esqueça a lona, porque ela resseca e raga com facilidade depois de um tempo. A manta asfáltica é outra opção para forrar seu lago artificial, mas sua aplicação é um pouco mais complicada.

As seções de EPDM podem ser unidas com um adesivo especial, fitas e selantes. Se isso for feito corretamente, o vínculo será forte. Se possível, evite fazer essas ligações comprando uma única peça para alinhar toda a lagoa. Nunca tente economizar dinheiro fazendo várias conexões entre os forros.

Os vazamentos em forros flexíveis geralmente são causados ​​por furos. Aqui estão algumas dicas para proteger o seu forro:

  • Inspecione o buraco da lagoa antes de instalar a base. Remova quaisquer pedras afiadas
  • Use sapatos macios e caminhe sobre o forro somente quando você precisar.
  • Espalhe o forro com folga dentro da lagoa e não estique demais.
  • Coloque restos de material de forro sob grandes pedras e em áreas onde você espera caminhar. Isso ajuda a proteger o próprio forro de futor
  • Coloque suas plantas em recipientes e sobre pedras planas. As raízes de algumas plantas podem crescer em seus forros.
  • Suporte os forros com solo compactado
  • Não se esqueça de deixar uma leve passagem na borda do forro para possibilitar a drenagem do excesso de água. Coloque um cano nesse escoamento e enterre-o, se necessário.

Instale a bomba de água

Passe o cabo de energia da bomba através de uma seção de co de PVC cortada no comprimento certo. Coloque o tubo de PVC na trincheira e cubra com solo. Segure uma extremidade da mangueira de recirculação conforme você ajusta a bomba na parte mais profunda do lago. A mangueira pode retornar na borda superior do lado ou por uma pequena cachoeira.

Criar uma beira de rochas ao redor do lago

Arranje pedras planas ao longo da borda, de modo que a borda do forro seja coberta, mas não mais do que um terço de cada rocha sobre a água. Em seguida, cubra este primeiro de rochas com uma segunda camada. Preencha o espaço entre as pedras e as organize até se assentarem em uma posição de firme. Experimente até você ter um olhar natural e equilibrado entre as rochas.

Onde a mangueira sai da água, coloque-a entre duas rochas sem esmagá-la. Oculte com uma terceira rocha. Organize e segure a mangueira através das rochas e sobre uma pilha para posicionar na cachoeira.

Uma vez que a bomba e a mangueira estiverem seguras, conecte o cabo a uma tomada exterior Observe o fluxo de água e certifique-se de que parece natural o suficiente, mas ainda derrama de volta na lagoa e formando bolhas de ar para oxigenar a água.

Depois disso, é só colocar as plantas e os peixes na água.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários suas perguntas e iremos responder o quanto antes!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)